sábado, 30 de setembro de 2006

sexta-feira, 29 de setembro de 2006

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 14

Não podemos chamar Pai a Deus enquanto não amarmos todos os seus filhos, como a nós mesmos.

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 13

Dar testemunho de Cristão, mais com a vida do que com as palavras, mais com os actos do que com as intenções, mais com o fazer do que com o criticar.

quarta-feira, 27 de setembro de 2006

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 12

Obrigado Senhor, por eu ser pecador. Assim posso receber da Vossa misericórdia.

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 11

O sepulcro é novo, não foi ainda estreado, porque a pureza do Senhor assim o exige. Nada de "sepulcros caiados", mas sim e apenas a Verdade.

1000 VISITAS

Em Agosto coloquei um "contador" neste blog, não sei muito bem com que fim, mas enfim!!!

Chegou hoje às 1000 visitas, que não sei se são muitas se são poucas.

O que sei é que quero agradecer a todos os que me visitam, que leêm as coisas que mal ou bem vou escrevendo e àqueles que comentando me ajudam a crescer na Fé, a melhorar na abertura ao Senhor, a iluminar o caminho.

Porque o faço, porque aqui escrevo, porque aqui vou revelando coisas minhas?

Não sei, mas sei que quero partilhar aquilo que Deus vai colocando em mim, esperando também receber daquilo que o Senhor vai colocando nos outros.

Mas é uma luta, porque sou orgulhoso e vaidoso.

Uma história verdadeira.

Costumo fazer ensinamentos, (como dizemos no Renovamento Carismátco), nos Grupos de Oração e em outros sitios onde sou solicitado.

Muitas vezes no fim vêm ter comigo, elogiando-me e isso provoca muitas vezes em mim um certo orgulho e vaidade, que muito me incomoda.

Há dois anos atrás, talvez, durante o Retiro anual organizado pela Comunidade Pneumavita, (Comunidade "mãe" do Renovamento em Portugal), no Seminário da Torre d'Aguilha e durante a Adoração ao Santíssimo Sacramento, que sempre tem lugar Sábado à noite, pedi insistentemente ao Senhor que retirasse de mim esse "serviço" de falar em Seu Nome, para os outros, porque isso me provocava orgulho e vaidade e me levava a uma luta constante comigo mesmo.

Descansei um pouco, até de manhã, convicto de que o Senhor me tinha ouvido e não deixaria de me dar resposta.

No fim do retiro o Padre José da Lapa, (fundador da Pneumavita), perguntou aos presentes se alguém queria dar testemunho e entre alguns levantou-se um senhor de meia idade, que disse o seguinte.

- Estou no Renovamento há 10 anos, sou jogador inveterado e tenho pedido a Deus que me liberte deste vicio. Já rezaram por mim várias vezes, mas a verdade é que nunca consigo estar mais de poucos dias sem jogar.
Há algum tempo fui a um Grupo de Oração, fora da minha Paróquia e da zona onde vivo, (estava de férias), e aquele irmão que ali está, (apontou para mim), fez um ensinamento, sobre os vicios e a necessidade que temos de nos libertarmos dos mesmos, com a ajuda de Deus.
Não sei bem o que aconteceu, mas as palavras ditas cairam no meu coração e há já seis meses que não jogo.

Ao principio fiquei espantado, mas depois percebi como o Senhor nos responde ao que Lhe pedimos.

Foi como se dissesse ao meu coração:
- Quero servir-Me de ti e por isso te dou palavras para os outros e para ti. O orgulho e a vaidade é a luta que te dou para que nunca te esqueças que és servo inútil e que sou Eu que tudo faço.

Não digo, ou escrevo mais nada, a não ser:
- Aqui estou Senhor, serve-Te de mim como quiseres, quando quiseres e enquanto quiseres.

Obrigado a todos com um abraço em Jesus Cristo
Joaquim

terça-feira, 26 de setembro de 2006

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 10

Aos pés da Cruz, também Maria teve um "parto" com dor, muita dor, para nos "dar à luz" como filhos.

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 9

Como o "bom ladrão", não nos devemos calar, quando Jesus é insultado, desprezado, na nossa presença.

segunda-feira, 25 de setembro de 2006

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 8

Quanto mais pecamos e vivemos no pecado, mais Deus é "fraco" em nós.

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 7

Se pecamos e não nos arrependemos, caímos cada vez mais no pecado, porque o pecado "alimenta-se" de pecado.

sábado, 23 de setembro de 2006

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 5

Se desejamos alcançar a felicidade, que é a nossa vocação e o nosso desejo final, temos de seguir as "instruções do fabricante", ou seja, o próprio Deus.

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 4

Assim como Maria visitou a sua prima Isabel, para a ajudar na sua dificuldade, assim também a Mãe do Céu nos visita permanentemente para nos ajudar nas nossas provações e contrariedades.

sexta-feira, 22 de setembro de 2006

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 3

Quando dou, entrego-me, sou activo, sirvo para alguma coisa.

Quando apenas quero receber, sou passivo, para nada sirvo, a não ser para mim.

quinta-feira, 21 de setembro de 2006

PENSAMENTOS INSPIRADOS NA PROCURA DE DEUS 2

No amor entre nós, homens e mulheres, modificamo-nos muitas vezes para agradarmos a quem amamos.

E com Deus, fazemos de igual modo?

A GLÓRIA E OS SOFRIMENTOS

Da Leitura Breve da Oração de Laudes de hoje.

«Estou convencido de que os sofrimentos do tempo presente não têm comparação com a glória que há-de revelar-se em nós.» Rm 8, 18

Abraço em Jesus Cristo

quarta-feira, 20 de setembro de 2006

OBRIGADO SENHOR

Obrigado Senhor, por este dia a mais na vida que me quiseste dar.

Rezei de manhã as minhas orações, na viagem que fiz fui rezando o Rosário, mas tudo tão distraido Senhor.

Sei que estiveste comigo, porque Tu estás sempre com os Teus filhos.

Por isso, e por tudo o que fazes em mim e nos outros:

Obrigado, Senhor.

terça-feira, 19 de setembro de 2006

EVANGELHO TODOS OS DIAS

Receba gratuitamente, todos os dias, o Evangelho do dia, com comentários de Santos, para meditar e orar em comunhão com a Igreja em todo o mundo.

http://www.evangelhoquotidiano.org/

Abraço em Jesus Cristo

segunda-feira, 18 de setembro de 2006

A ASSEMBLEIA DOS FIÉIS

Domingo, ontem, Dia de Louvor da Comunidade Luz e Vida, a que pertenço.

Anfiteatro Paulo VI a deitar por fora, com tanta gente em pé.

Cerca de três mil irmãs e irmãos que quiseram vir celebrar este dia connosco.

Olho para aquela sala cheia e ao meu coração vem a seguinta frase: "Assembleia de Fiéis".

O Pregador fala da fidelidade a Jesus Cristo e no meu coração, mais uma vez a inquietação.

Como nós usamos as palavras!!!

"Assembleia de Fiéis"!!!

Mas ser Fiéis, neste sentido significa também cristãos, crentes, mas significa sem margem para dúvidas aqueles que "praticam" a fidelidade.

E aqui a minha inquietação!!!

Sou fiel, somos fiéis?

Será só na Igreja, ou também em familia, no trabalho, no lazer, no que vimos e ouvimos, no que lemos e aprendemos, no que afirmamos e falamos, no que pensamos e desejamos, no que permitimos e aceitamos, enfim em tudo na nossa vida somos fiéis a Jesus Cristo?

Olhei mais uma vez e mudei a frase: "Assembleia dos que querem ser Fiéis".

Senhor, Tu que és sempre fiel, até na nossa infidelidade, ensina-nos a sermos fiéis ao Teu Amor, com a nossa vida.

quinta-feira, 14 de setembro de 2006

AS VAIDADES E OS ORGULHOS

Os meus filhos mais novos chamam-se Pedro (12 anos) e André (8 anos), como os irmãos Apóstolos do Senhor.

Há uns tempos atrás, quando participávamos numa Missa, durante a Homilia o Sacerdote explicava que André, o primeiro discipulo, tinha chamado Pedro, seu irmão, para seguirem a Jesus Cristo.

De imediato o André olhou sobranceiramente para o Pedro, que me disse em voz baixa ao ouvido:
- Não é justo, eu é que sou o mais velho!!!

Olhei para ele, talvez pensando numa resposta muito didática, mas o que saiu foi:
- Deixa lá, tu é que foste o primeiro Papa!!!

Até as crianças vivem um pouco este terrivel espinho da vaidade, do orgulho.

E eu, conheço bem o virus, que me ataca sem dó, nem piedade e muitas vezes não há "antibiótico" que chegue para o debelar.

Tem compaixão, Senhor, porque sou fraco.

QUERO SER ... UM TELEVISOR

Aconselho vivamente uma visita ao THEOSFERA com leitura obrigatória do post com o titulo acima.

www.padrejoaoantonio.blogs.sapo.pt

"Eu pecador me confesso"...

Abraço em Cristo
Joaquim

segunda-feira, 11 de setembro de 2006

SÓ PRECISAVA QUE ME OUVISSEM

Há dois ou três meses atrás, numa Sexta Feira na nossa Comunidade Luz e Vida, dia da semana que escolhemos para atendimento espiritual a quem nos procura, sempre depois de uma hora de adoração comunitária ao Santíssimo Sacramento, fui chamado para atender uma Senhora de meia idade.

Entrámos para uma sala, sentámo-nos frente a frente e fizemos uma oração de invocação do Espírito Santo, por intercessão da Virgem Maria, para que nos iluminasse na conversa que íamos ter.

Finda a oração, olhei para a Senhora e perguntei:
- Diga-me então o que veio procurar.

Olhou para mim, com uns olhos tristes e sofridos, e baixando a cabeça começou a falar com uma intensidade tal que as palavras lhe saíam aos borbotões pela boca.

Foi um desfiar de tristezas, sofrimentos, contrariedades, mágoas, ressentimentos, enfim um nunca acabar de uma vida sofrida e sempre só.

Por duas vezes tentei intervir, para ajudar, para aconselhar, mas as palavras como uma torrente de água imparável, às vezes ajudada por algumas lágrimas derramadas, não davam espaço à minha intervenção.

Deixei-me ficar calado, ouvindo atentamente tudo o que me dizia e rezando no coração ao Espírito Santo por aquela irmã, e também para que me ensinasse o que lhe havia de responder, como havia de aconselhar aquela vida, que assim se abria a um estranho e que, com certeza, esperava respostas às suas preocupações, dúvidas e anseios.

Como começou, assim acabou, e parando de falar, olhou para mim com um olhar intenso, mas calmo.

Invoquei mais uma vez interiormente o Espírito Santo, e comecei:
- Sabe, minha irmã, o Senhor serve-Se muitas vezes de caminhos…

Não consegui continuar, porque ela chegando-se para mim, agarrou as minhas mãos e disse-me, num misto de alegria e alivio:
- Obrigado, muito obrigado por tudo quanto fez por mim!!!

Surpreendido, disse-lhe:
- Mas eu não fiz nada, nem sequer lhe respondi, ou aconselhei.

E insisti:
- Não quer que reze por si, que façamos uma oração juntos para que o Senhor aumente em si a Fé, a confiança, a esperança?

Respondeu-me:
- Muito obrigado, mas eu já rezo muito sozinha na minha casa, na Igreja.

Baixando a cabeça, disse então com um jeito humilde, mas seguro:
- Só precisava que me ouvissem!


Esta é uma história verdadeira.

Será que nós, leigos cristãos e católicos, damos algum do “nosso” tempo para ouvir os que nos procuram, na família, nos amigos, no trabalho, na rua, no lazer, etc?
Será que fugimos daqueles que logo à partida apelidamos de “chatos”?
E os Sacerdotes, perdoai-me, que são cada vez menos, e cada vez mais ocupados nos conselhos económicos, lares de terceira idade, obras de assistência social, (o que muitas vezes não é culpa sua), ainda arranjam tempo para ouvir as ovelhas do rebanho?

É que muitas e muitos, irmãs e irmãos, filhos de Deus como nós, apenas têm um pedido no coração:
- Só precisava que me ouvissem!!!

terça-feira, 5 de setembro de 2006

O MEU PRIMEIRO POEMA

Temos de ser crianças, na simplicidade do amor.

Republico este poema do meu André, que agora já tem 8 anos.

Poema do meu André (7 anos)


O Sol é amarelo,
amarelo é o Sol,
Sol é brilhante,
brilhante é o mundo,
mundo é nosso,
nosso é tudo,
tudo está no meio de nós,
nós gostamos de Jesus,
Jesus está no nosso coração,
coração é vermelho,
vermelho é o coração,
coração é o que está no nosso corpo,
corpo é cor de rosa,
cor de rosa todos nós temos,
temos Jesus,
Jesus nasceu em Belém,
Belém é uma cidade,
cidade todos nós temos,
temos a todos,
todos é Jesus,
Jesus é o melhor,
melhor é Jesus,
Jesus está no céu,
céu está lá em cima,
em cima é bom.

THEOSFERA

Chamo vivamente a atenção para o post - "Lê (sobretudo se tiveres menos de 50 anos)" - colocado pelo Senhor Padre João António no seu blog THEOSFERA:

http://padrejoaoantonio.blogs.sapo.pt/

É tão verdadeiro e tão real que precisamos de, mais que meditar nele, vivê-lo verdadeiramente.

Abraço em Cristo

segunda-feira, 4 de setembro de 2006

JESUS É O TESOURO

Neste fim de semana falei para um grupo de jovens em retiro na nossa Comunidade.

O tema era "O verdadeiro tesouro é Jesus".

Lembrei-me então do Rei Midas, que em tudo o que tocava transformava em ouro.

Se calhar muitos de nós pensariamos que tal "talento" seria o ideal, mas a verdade é que o Rei Midas apenas "semeava" a morte, para os outros e para ele, porque tudo o que tocava se transformava em ouro e sabemos bem, por exemplo, que ninguém se consegue alimentar de ouro...

Jesus em tudo o que toca dá vida, dá amor, dá paz, dá sentido às coisas.

Que me interessa o ouro se não tenho vida...

Prefiro a vida, o amor, a paz, a harmonia, ao ouro perecível que não compra a verdadeira felicidade e muito menos a vida eterna junto de Deus.

Jesus é o verdadeiro tesouro!!!

sexta-feira, 1 de setembro de 2006

SOMOS TODOS IRMÃOS

Então, Pedro tomou a palavra e disse: «Reconheço, na verdade, que Deus não faz acepção de pessoas, mas que, em qualquer povo, quem o teme e põe em prática a justiça, lhe é agradável.»
Act. 10, 34-35

E eu, e nós também não fazemos acepção de pessoas?

Bom fim de semana.

Abraço em Cristo