sábado, 3 de fevereiro de 2007

NOTICIA?

No Diário de Noticias de hoje, o jornalista? Pedro Correia, escreve um artigo intitulado: "São católicos e militam na despenização"
Entre as os diversos erros que escreve, há este parágrafo que nos leva a perceber quem são os "católicos" que refere:
«A jurista Marta Rebelo, que também integra a Comissão Nacional do PS, sublinha que "Deus está na consciência de cada um que nele crê e a resposta ao referendo também está na consciência de cada um". Uma católica assumidamente "heterodoxa", casada pela Igreja mas não baptizada, esta socialista declara que "a penalização das mulheres é uma atitude desumanizadora". Nada mais natural em quem acredita num Deus que "impõe a todos os seres o respeito pelo semelhante".» (o destaque é meu).
Para além do resto que nem vale a pena comentar, reparemos que a Senhora não é baptizada, no entanto o jornalista? não hesita em chamar-lhe católica, o que no fundo está certo, porque a Senhora não é católica, visto não ser baptizada e não seguir a doutrina da Igreja Católica, e portanto apenas se poder apelidar, chamar, católica.
Lógicamente a Senhora tem todo o direito à sua opinião, tem todo o direito em considerar-se cristã, se acredita em Cristo, não pode é afirmar-se católica, se nem sequer entrou na Igreja Católica pela porta que é o Baptismo.
Acredito que o erro é do jornalista?, que mais uma vez faz confusão entre ser cristão e ser cristão católico.
É também interessante verificar que, se um católico afirma as suas convicções defendendo o não, está a tentar pressionar os outros e tal não é legitimo, mas se defender o sim, então já pode invocar essa condição.
Sem palavras!!!

11 comentários:

António Mexia Alves disse...

Nunca entendi a estranha "apetência" de algumas pessoas "bastantes, infelizmente" de se apelidarem "CATÓLICOS". Creio que não lhes passa pela cabeça, intitularem-se budistas, islamitas ou outra religião qualquer. Que estranha atracção o catolicismo exerce sobre essas pessoas.

António Mexia Alves disse...

Como muito bem dizes, Joaquim, o problema está na confusão entre ser Cristão Católico e "Católico" tout court.
Mas, se calhar, não há confusão nenhuma, o que realmente pretendem é confundir.
Encaram ser-se Cristão Católico como ser do Benfica ou do União de Leiria: Sou do clube mas não concordo com o treinador!
Vê lá, se algum destes, ou destas, se atreve a publicar, ou a dizer em publico que é contra o radicalismo sunita? Claro que não, porque, aí, as consequências, não se ficam pelas respostas ou esclarecimentos que pessoas como tu e tantos, se dão ao insano trabalho de dar. Não senhor, aí a coisa poderá ter outras consequências. Ou não?!

elsa nyny disse...

Olá Joaquim!
~
passei por cá!
Mas que grande trapalhada a do jornalista, e também a da Senhora...então casa pela Igreja e nem sequer é Baptizada? Já não entendo nada!

Muita força pa ti!!
;))

Ps - Tenho algo, também para ti no meu blog.
Olha eu tinha 100 links, neste momento...estou sem links :(

Maria João disse...

Pois!!! E depois só os do Não é que são fundamentalistas.

Vá-se entender esta democracia!!!

joaquim disse...

Pois é António aqui o "católico", significa mais ou menos um titulo, ou seja, não é nada que se "exerça" é apenas "rótulo".
Um abraço do teu irmão e obrigado pela visita.

joaquim disse...

Olá Elsa
Casar até pode se o marido for baptizado/católico, mas é o marido que "casa pela Igreja", ela não sendo baptizada apenas consente.
Mas isso é areia de mais para a caminete do jornalista, que para além do mais nem tentou perceber como era possivel.
Apenas interessava o rótulo.
Abraço em Cristo

joaquim disse...

Maria João
Mais uma vez obrigado pela visita.

Chega-se à conclusão que é preciso "abater" os verdadeiros católicos, os outros, os que não seguem a Doutrina da Igreja, podem falar à vontade.

E assim vamos neste mundo democrático.

abraço em Cristo

P.A. disse...

Joaquim:

Achei este artigo pertinente. Se me deres licença, vou citá-lo em
http://vidadom.blogspot.com/

joaquim disse...

p.a.

Estás "licenciado", para este e todos os que achares que servem a causa da vida.

Obrigado pela visita.

Abraço

J disse...

Joaquim,

Um dos maiores erros é a diferença emtre ser Cristão e ser Cristão Católico, é engraçado como a comunicação social gosta de manipular.

Um grande beijinho em Cristo

joaquim disse...

Olá Joana

Pois é, mas fazem de conta para poderem levar a "água ao seu moinho".

A resposta a tudo isto temos de a dar no dia 11 e mais do que isso com o testemunho da nossa vida.

Abraço em Cristo