terça-feira, 16 de julho de 2019

FALTAM-ME AS PALAVRAS


.
.






Sinto-Te, Senhor, e quero dizer-Te tantas coisas, expressar o meu louvor, o meu amor, a minha adoração mas parece-me que estou vazio de palavras, de expressões, de emoções.
Queria saber inventar palavras para Te louvar, para Te expressar a minha entrega, mas as que me saem já estão todas inventadas e são tão pobres em relação à Tua grandeza.

A Tua grandeza!

És tão grande, Senhor, e, no entanto, fazes-Te tão perto, tão pequeno, tão humilde, tão doado, como se em vez de ser eu a dizer que preciso do Ti, és Tu que me dizes que queres sentir o meu abraço!
Porquê, Senhor, porque queres precisar do meu abraço, porque queres precisar do meu amor, porque queres precisar da minha vida?
Nada posso acrescentar à Tua grandeza, ao Teu amor, ao Tudo que Tu És!

Pois não, dizes-me Tu, meu Deus, mas quando Me abraças, quando Me amas, quando Me dás a tua vida, acrescento Eu a ti o tanto que sempre precisas, não só para ti, para te completares, para te salvares, mas também para dares aos outros tudo o que a ti dou.

Mas, Senhor, e o meu orgulho, a minha vaidade, o meu desconforto quando sinto que gosto de elogios e de agradecimentos?
É tudo Teu, Senhor, porque continuas a permitir que eu viva sempre e cada vez mais esta luta de me sentir mal comigo próprio, quando me orgulho ou envaideço?

Porque, meu filho, quando assim te sentes percebes sempre que tudo vem de Mim, e não descansas na luta de querer sempre ser e fazer tudo segundo a minha vontade.

Continuam a faltar-me as palavras, Senhor!
Aceitas apenas um amo-Te vindo do coração?



Monte Real, 16 de Julho de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.


terça-feira, 2 de julho de 2019

A BONANÇA


.
.







Dormes na barca da minha vida,
Senhor,
e eu assim velejo descansado,
tocado,
pelo vento do Teu amor.

Levantam-se as ondas,
as tormentas,
as tribulações,
e o medo toma conta de mim,
e nada acalma o meu coração.

Acordo-Te,
suplico por Ti,
choro até,
e Tu dizes-me,
olhos nos olhos:
Homem de pouca fé!

Depois abraças-me,
envolves-me,
enches-me de confiança,
e tudo se aquieta,
acalma,
e no meu coração,
apenas reina a Tua bonança.


Monte Real, 2 de Julho de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.


terça-feira, 25 de junho de 2019

A PORTA ESTREITA


.
.






Que “dieta” devo fazer,
Senhor,
para passar na porta estreita?
Devo deixar de comer,
deixar de beber,
ter alimentação perfeita?

Diz-me,
Senhor,
o que fazer,
para passar na porta estreita?

Alimentar-me de amor,
a Ti primeiro,
aos outros também,
afastar-me do mal,
fazendo o bem,
sendo de Ti mensageiro.

Ser “magro” de mim,
mas cheio de Ti,
para que com a vida refeita,
pelo Teu amor,
Senhor,
possa passar por fim,
pela Tua porta estreita.


Monte Real, 25 de Junho de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.


quinta-feira, 20 de junho de 2019

O CORPO DE DEUS


.
.






O Corpo de Deus
é feito de amor,
do amor doação,
que é todo coração,
e chama cada homem escolhido:
«Vem a Mim,
tu que estás cansado
e oprimido».

O Corpo de Deus,
não é um momento,
é um dia-a-dia,
vivido eternamente,
que se abre ao homem,
em chamamento,
para lhe dar o amor,
a eternidade,
assim,
tão simplesmente.

O Corpo de Deus,
são braços abertos,
para acolher o homem,
em felicidade,
e dizer a todos que O consomem:
«Eu sou o Caminho,
a Vida,
a Verdade»!



Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo
Marinha Grande, 20 de Junho de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

domingo, 16 de junho de 2019

SANTÍSSIMA TRINDADE


.
.







Santíssima Trindade
Pai, Filho, Espírito Santo,
adoro-vos em verdade
e amo-vos tanto, tanto,  
que não consigo exprimir 
nas minhas simples palavras
o meu amor,
o meu sentir.

Santíssima Trindade
Pai, Filho, Espírito Santo,
Mistério tão profundo,
que a todos enche de espanto,
fonte de paz e de bem,
impenetrável ao mundo,
mas revelado ao homem.

Santíssima Trindade
Pai, Filho, Espírito Santo,
perfeitíssima comunidade,
de vida e de amor,
plenitude em felicidade,
dada ao homem pecador.


Solenidade da Santíssima Trindade
Marinha Grande, 16 de Junho de 2019
Joaquim Mexia Alves

quinta-feira, 13 de junho de 2019


.
.










A vida abala-nos,
mas eu confio em Ti,
Senhor.

O futuro,
vai para além de nós,
mas eu espero em Ti,
Senhor.

A minha vontade
quer sobrepor-se à Fé,
mas eu acredito em Ti,
Senhor.

Não sei o que é melhor,
mas Tu sabes,
Senhor,
e eu entrego-me
ao Teu amor.


Monte Real, 13 de Junho de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

domingo, 9 de junho de 2019

O "MEU" PENTECOSTES


.
.






No meu quarto fechado 
sento-me num canto,
não quero ser incomodado,
e rezo,
clamo,
imploro:
Vem Espírito Santo!

Mas nada acontece,
nem um tremor,
nem um calor,
apenas o silêncio permanece.

De repente
parece-me ouvir um trovão,
ou uma rajada de vento,
não sei definir,
não sei dizer,
mas sinto no coração,
uma ternura,
um momento,
e deixo-me conduzir,
guiar,
e abro-me ao que há-de vir.

Será uma língua de fogo,
ou “apenas” o amor,
que se derrama em mim,
e me faz sentir,
por fim,
o encanto,
o calor,
a presença do Espírito Santo!

No mais profundo silêncio,
vivo o momento de espanto,
entrego-me,
choro,
rio,
enterneço-me,
deixo-me todo amar,
e suplico,
numa súplica sem cessar:
Vem Espírito Santo!


Solenidade de Pentecostes
Marinha Grande, 9 de Junho de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

sexta-feira, 17 de maio de 2019

EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA

.
.













Tu és o Caminho
que eu não posso fazer sozinho.

Tu és a Verdade
que enforma a minha vontade.

Tu és a Vida
a que o Teu amor me convida.


Monte Real, 17 de Maio de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

terça-feira, 7 de maio de 2019

PÃO DA VIDA


.
.












Quero dar-me sem medida,
a Ti,
meu Deus e Senhor,
Tu que és o Pão da Vida,
todo entregue em amor.


Monte Real, 7 de Maio de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

domingo, 21 de abril de 2019

SANTA PÁSCOA!

.
 .











Jesus Cristo Ressuscitou!
Aleluia! Aleluia!


Na Luz de Cristo,
que ilumina o novo dia,
a morte é vencida,
e a esperança é toda alegria!
.
.

sábado, 20 de abril de 2019

SÁBADO SANTO – 2019


.
.






No silêncio que por vezes nos intimida,
a morte torna-se Vida!



Marinha Grande, 20 de Abril de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

sexta-feira, 19 de abril de 2019

SEXTA FEIRA SANTA – 2019


.
.







O silêncio é avassalador,
a terra emudece,
derramou-se o amor,
o Senhor já não padece,
na cruz pregado,
pelo nosso pecado.

Do alto da cruz,
do coração do crucificado
flui o perdão,
pois da sua boca,
ouve-se a voz do abandonado:
Pai,
dos que me matam,
tem compaixão.

Oh Cruz,
bendita e adorada,
instrumento de suplício,
da vida crucificada,
no derradeiro sacrifício,
daquele que por mim se entrega,
por mim,
que não sou nada!


Marinha Grande, 19 de Abril de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

quinta-feira, 18 de abril de 2019

QUINTA FEIRA SANTA – 2019


 .
.






Aproximas-te de mim,
e eu sei bem quem Tu és,
toalha à cintura,
olhar terno,
e queres lavar-me os pés!

Como Pedro esboço a recusa,
não quero o meu Senhor a servir,
mas Tu cheio de amor,
dizes-me:
Servir é amar,
e amar é servir.

Baixo a cabeça envergonhado,
ainda não tinha percebido,
que Tu vieste ao mundo,
para servir,
e não para ser servido!

Mas quantos Te percebem,
incluindo eu pecador,
que para amar de verdade,
com o teu infinito amor,
é preciso fazer o que mandas:
«Assim com Eu fiz,
fazei-o vós também»!



Monte Real, 18 de Abril de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

quarta-feira, 17 de abril de 2019

QUARESMA 2019 – 40 - Evangelho do dia – Mt 26,14-25


.
.








Quando não Te defendo,
Senhor,
de tantas mentiras ditas sobre Ti,
também eu Te ofendo,
também eu Te entrego.

Quando me calo,
Senhor,
e consinto na maledicência,
sobre Ti,
sobre a Igreja,
também eu Te entrego,
em conivência.

Quando a Ti não me entrego,
Senhor,
fazendo apenas a minha vontade,
também eu Te renego,
me afasto de Ti,
e recuso a Verdade.

Mas a tua misericórdia,
Senhor,
é maior do que o meu pecado,
por isso repouso no teu amor,
e amando-Te,
deixo-me por Ti ser amado.


Monte Real, 17 de Abril de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

terça-feira, 16 de abril de 2019

QUARESMA 2019 – 39 - Evangelho do dia – Jo 13,21-33.36-38


.
.









«Quem é, Senhor?»
O teu olhar volta-se para mim,
cheio de compaixão,
e eu sinto-me um pobre joaquim,
atolado em tanta traição.

Misericórdia,
Senhor,
para este pobre pecador,
sem saber por onde vai,
perdido,
que todos os dias Te trai.

Abraço-me à tua Cruz,
choro de arrependimento,
prostro-me diante de Ti,
e suplico-Te em cada momento:
Perdoa-me, Senhor Jesus!



Monte Real, 16 de Abril de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

segunda-feira, 15 de abril de 2019

QUARESMA 2019 – 38 - Evangelho do dia – Jo 12, 1-11


.
.










A bolsa que me entregaste
Senhor,
é a bolsa da Fé,
que tantas vezes eu roubo,
quando não a testemunho,
conforme me enviaste.

Enxugar-Te os pés,
Senhor?
Antes os encharcaria,
com as lágrimas de arrependimento,
que devia chorar cada dia.

Se não fosse o teu amor,
Senhor,
o que de mim seria,
pobre pecador,
que tendo vida em mim,
sem Ti,
não viveria!


Monte Real, 15 de Abril de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

domingo, 14 de abril de 2019

QUARESMA 2019 – 37 - Evangelho do dia – Lc 22,14-71.23,1-56


.
.









«Adivinha quem Te bateu?»
Um deles fui eu,
Senhor,
quando deixei que troçassem de Ti,
e não me entreguei,
também eu,
para que rissem e troçassem de mim.

Em vez de ser Cireneu,
Senhor,
deixei-Te abandonado,
e pesei mais a tua Cruz,
com o meu pobre pecado.

Também eu Te neguei,
Senhor,
todas as vezes que não fiz a tua vontade,
em cada momento que pequei,
e duvidei da tua bondade.

Olhas-me nos olhos,
Senhor,
com esse olhar que é só paz,
e dizes num terno murmúrio:
Perdoa-lhe Pai,
que ele não sabe o que faz!



Marinha Grande, 21 de Abril de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.

sábado, 13 de abril de 2019

QUARESMA 2019 – 36 - Evangelho do dia – Jo 11, 45-56


.
.








Não é fácil reconhecer,
Senhor,
que és o Messias,
o Filho de Deus vivo,
que nos chamas todos os dias,
à vivência do amor.

Por isso invento desculpas,
Senhor,
não mudando o meu proceder,
tentando convencer-me,
de que é melhor a minha vontade,
que é melhor o meu viver.

Mas assim nada me resta,
sou um nada sem sentido,
vem meu Deus,
vem depressa,
fazer festa,
na minha vida!



Marinha Grande, 13 de Abril de 2019
Joaquim Mexia Alves
.
.