sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

LIVRAI-ME SENHOR DOS MEUS “AMIGOS”…

.
.
 
 
 
 
 
 
Creio no mais profundo do meu ser, na Igreja una, santa, católica e apostólica.
Creio no mais profundo do meu ser, que a Igreja é conduzida pelo Espírito Santo, servindo-se dos homens pecadores.
Creio no mais profundo do meu ser, «que as portas do Abismo nada poderão contra Ela.» Mt 16, 19
 
Entristecem-me profundamente as notícias que envolvem um Bispo da Igreja de Portugal.
 
Não julgo, (não quero julgar), porque quero acreditar que a inocência existe até prova em contrário.
Peço, com toda a fé que Deus me deu, que a Verdade, a Vontade e a Justiça de Deus aconteçam neste e em todos os casos similares.
 
Entristecem-me muito mais, profundamente mais, as declarações de outros membros da Igreja, que lançam a suspeita sobre um homem, porque ouviram dizer, porque alguém lhes disse, porque “tanto quanto sei”…
 
Para certas perguntas de jornalistas há sempre uma resposta muito simples, que é o silêncio do “não comento”.
Mas há outra ainda, que é falar desejando que a busca da verdade se faça, não julgando e dando a conhecer o que apenas se conhece de ouvir dizer.
 
Tais atitudes fazem lembrar um velho dito popular: «Livrai-me, Senhor, dos meus amigos, porque com os meus inimigos posso eu bem!»
 
 
Monte Real, 22 de Fevereiro de 2013
.
.

14 comentários:

Concha disse...

No momento que atravessamos, era importante que os jornalistas usassem de ética nas suas intervenções e a igreja fizesse silêncio,até porque o tempo de Quaresma assim o pede.
Se o Vaticano erra, se os bispos erram,se todos nós que somos igreja erramos,isso é irrelevante perante o objectivo que nos orienta que é a comunhão com Deus.O perdão existe e reconheço que a verdade deve ser apurada por quem de direito e aplicadas as penas correspondentes nos casos de infracção.Idealizamos por vezes as pessoas e elas como nós são pecadoras.Um destes dias ligava-me uma amiga,muito atribulada, porque alguém a quem apontam agora o dedo,a tinha crismado!Complicado a quantidade de pessoas que são afectadas, quando alguém em quem se depositou confiança,nos defrauda!Estaremos também nós isentos de culpa neste acreditar?
Um abraço amigo na Paz

joaquim disse...

Minha amiga Concha, é verdade, mas também é verdade que nós tomamos muitas vezes como certas as declarações ou opiniões de alguns que não têm certeza nenhuma e falam por falar, ou melhor, porque gostam de dar nas vistas.

E aqui neste caso, aqueles que falaram deceriam ter estado calados, ou melhor, deveriam apenas comentar dizendo que esperavam que a verdade fosse conhecida em vez de estarem a levantar suspeitas por coisas que ouviram dizer.
E não são jornalistas, mas sim um Bispo e um Sacerdote que pelo menos deveriam usar do bom senso que lhes é pedido e que devem aos outros por força da sua missão da qual não podem descartar o seu testemunho.

Um abraço amigo em Cristo

Um

Concha disse...

Amigo Joaquim!
Tens toda a razão, também os ouvi e pasmei, aliás até me arrepiei pensando...hoje ele amanhã eu...quem sabe!
Enfim!Que Deus perdoe a todos.
Quero também evitar que tanta mudança perturbe o meu acreditar, que é muito frágil.
Um abraço e muito obrigada por todas as palavras.

teresa disse...

concordo consigo amigo joaquim , fiquei muito triste com a atitude que certos sacerdotes tomaram de atirar mais lenha para a fogueira .. que o senhor nos ilumine a todos ..

Paulo disse...

E são tantos os "amigos" que temos cada vez mais. Amigos com A grande, são muito poucos mas o Único é Ele.

Ailime disse...

Boa tarde Joaquim, as lágrimas saltaram-me ao lê-lo, porque corroboro inteiramente o que escreve e os sentimentos que também me invadem, mas que não saberia expor desta forma divina. Que Deus o abençoe e que o Espírito Santo invada os corações de todos nós. Abraço amigo em Cristo. Ailime

Graça Pimentel disse...

Tudo isto é lamentável e esquisito. Porquê agora levantar esta questão? Que estará por trás de tudo isto?
Quanto aos jornalistas já nada me espanta. Vale tudo para vender. Relativamente aos homens da igreja só posso lamentar profundamente embora do D. Januário já espere qualquer coisa...

um beijo amigo

Moçambicano disse...

Caro Amigo Joaquim:

Por aquilo que vamos escrevendo e comentando, é fácil até para um "terceiro" ver que por vezes não estamos muito "sintonizados". Mas isso não é necessariamente mau, quando as Pessoas estão de Boa-Fé e sabem Respeitar @s Outr@s.

Neste caso, louvo a sua Coragem em não "assobiar para o lado", e fazer de conta que não se está a passar nada.
Está, e sem a Boa-Fé e o Respeito que acima referi.

Este é um episódio de uma Guerra muito mais profunda, quer a nível Nacional - e que se traduz nomeadamente na Pessoa que será o futuro Cardeal Patriarca -, quer a nível do Vaticano, já que visa atingir também o Cardeal Ravasi e Outros que sejam da sua "linha", logo condicionar a Escolha do futuro Papa. O Espírito Santo bem poderá "falar", mas se os Homens a quem Ele se dirige estiverem "surdos e cegos", de pouco serve.
Ao nível nacional, a "oferta" da "oração fraterna" soa-me "a pouco".
Espero que este Caso ajude a nossa Igreja a entrar pelo necessário Caminho de Purificação de muitas Fraquezas - agumas bem piores do que a EVENTUAL tendência sexual (que pode ser vivida sadiamente) dos seus Membros.
Digo isto enquanto Heterossexual - e Casado -, mas que respeita @s Outr@s.

Uma vez mais, Bem-Haja!

Um Abraço fraterno, na consciência de que "na Casa do Pai há muitas Moradas", mas se quisermos, o seu Espirito pode fazer com que "sejamos Um", no Essencial.

Moçambicano

joaquim disse...

Amiga Concha

O nosso careditar é sempre frágil, mas com a graça d'Ele vamos sempre vencendo as nossas dúvidas.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Obrigado Teresa

Que Deus nos ajude a ultrapassar os nossos erros.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

É verdade Paulo!

A nossa confinaça está na Sua presença no meio de nós e em nós.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Ailime, obrigado.

Entreguemos nas Suas Santas Mãos todos estes problemas e descansemos no Seu amor.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Graça, infelizmente também na Igreja há muitos que apenas olham para os seus umbigos e perdem-se na sua própria vontade.

Rezemos por eles e por nós.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Caro amigo Moçambicano, obrigado.

Acrdeito que o Espírito Santo é sempre o vencedor no tempo próprio de todas estas quesílias dos homens.

Sempre assim foi e sempre assim será porque «que as portas do Abismo nada poderão contra Ela.» Mt 16, 19

Um abraço amigo em Cristo