quarta-feira, 9 de novembro de 2011

A PROVAÇÃO

.
.







Recentemente fui confrontado com uma provação daquelas que doem no coração, daquelas que não passam, e ficam connosco ao longo de muito tempo.

Não me revoltei, (talvez já a esperasse no meu intimo), mas confesso que me abalou e tive que recorrer a toda a minha força para não mostrar a dor, o espanto que me causou.

O meu primeiro pensamento foi para Deus, não no sentido de com Ele protestar, mas sim pedindo-lhe que me ajudasse, que nos ajudasse, a viver e ultrapassar a provação que tinha permitido acontecer.

Passado algum tempo pensando em tudo com o que tinha sido confrontado, fui reflectindo que, se louvo a Deus por tudo quanto de bom me acontece, porque não hei-de louvá-lo também no que me parece não ser bom, mas que se Ele permite, terá com certeza algo de bom a retirar, porque em Deus tudo se transforma, e até nas coisas menos boas, se encontram razões para dar graças.

Que seria de nós, se nas nossas vidas não existissem dificuldades, provações, dores e tristezas?
Seria possível aprender alguma coisa da vida, se tudo corresse sempre bem, conforme nosso desejo, conforme nossa vontade?
E não colidem tantas vezes os nossos desejos e as nossas vontades, com os desejos e as vontades dos outros?
Se tudo fosse sempre bom e assim sempre acontecesse imutavelmente, que liberdade teria eu de fazer diferente, de escolher outro caminho?

Curiosamente, quando somos pais, dizemos muitas vezes aos nossos filhos que têm de dar valor às dificuldades, às provações, às coisas que não correm tão bem, para poderem perceber a vida, e percebendo-a, lutar por uma vida melhor, para darem mais valor àquilo que têm, e que provavelmente outros não possuem.

A verdade também, é que na provação as pessoas se unem, sobretudo em família, para não só se ampararem, mas para ajudarem também aquele que sofre, pois no seu sofrimento todos os outros sofrem também.

E assim, numa reflexão provocada pela provação, cada um vai encontrando os seus erros, as suas fraquezas, na sua relação com os outros, e a vontade de criar harmonia para consolar quem precisa, leva a tentar corrigir esses defeitos e a encontrar no verdadeiro amor, a mais clara razão para encontrar a paz, para arranjar ânimo para a luta contra a dificuldade.

E isto é tão verdade, que na maior parte das provações que têm a ver com a saúde, com o bem-estar de cada um, (porque as outras provações são a maior parte das vezes causadas por erros nossos), o ter muitos ou poucos bens materiais pouco resolve, porque o consolo para quem assim sofre, e para os que sofrem á sua volta, reside apenas e só no amor, que afinal é despertado pela provação, para se tornar real e verdadeiro na relação familiar.

E se o amor acontece, acontece sem dúvida o bem!

Assim, podemos perceber como de uma provação que é permitida nas nossas vidas, Deus nos leva a encontrar caminho de coragem para a luta, porque alicerçado no amor que em nós derrama, é amor também entre nós que nos une indelevelmente.

Uma provação, se aceite no louvor a Deus, é então um momento de reencontro com um amor, que à força da rotina diária, tinha perdido chama e calor e assim sendo mais não era que uma relação bondosa, mas carente de afecto e doação permanente.

E seja qual for o final dessa provação, ela deixará sempre naqueles que a vivem o melhor da vida, que é o amor que une aqueles que se querem, abençoado por Deus.

Onde acontece o amor, está Deus.

E onde está Deus com o homem e o homem com Deus, acontece a felicidade serena e tranquila daqueles que esperam, porque acreditam e confiam.

«E sabei que Eu estarei sempre convosco até ao fim dos tempos.» Mt 28, 20
.
.

24 comentários:

Bernardo Motta disse...

Muito obrigado por este texto de partilha, Joaquim!

A sua atitude é extraordinária e exemplo para todos nós.

Um grande abraço!

Dulce disse...

Amigo Joquim, obrigada por partilhar connosco:

"Agora, portanto permanecem três coisas: a fé, a esperança e o amor. A maior delas, porém, é o amor." 1Cor 13, 13
É esse Amor que nos faz ver e retirar o bem em cada provação, seja ela de que natureza for. Não, sem sofrimento; não, sem questões; mas também, não sem oração. Só nela - canal aberto e direto com Deus - entendemos melhor os "para quês" de cada provação.

Obrigada amigo Joaquim por me fazer questionar mais um "para quê".
Abraço amigo em Cristo e Maria

Ps: desculpe, mas devido a um erro no comentário interior achei melhor eliminá-lo

ontiano disse...

Conheço a provação a que te referes neste belo texto e é, talvez, uma das mais "complicadas" de viver porque, exactamente, não tem "fim à vista".
Consegues - e é uma graça de Deus - extravasar na escrita o que vai na alma e, ao fazê-lo, ajudando-te a ti próprio, ajudas muitos outros que ao lerem-te descobrem que o que Deus permite, mesmo que aparentemente mau, tem sempre um bem posterior.
Quem sabe se, neste caso, esse bem de que falo não é precisamente ajudares outros que não têm a "força da fé" que tu tens!

Tantas vezes te tenho dito: OMNIA IN BONUM! Tudo é para bem!

O que é lógico, porque, Ele, não pode fazer ou consentir algo intrinsecamente mau.

Ah! e não te esqueças que, Ele vos darà - a ti e à Catarina -as forças que precisarem, não porque o mereçam, mas porque nunca vos enviará nada que não esteja ao vosso alcance suportar.

Spe Deus disse...

Caro Joaquim,
Um grande abraço de muito obrigado por mais esta lição de fé e amor. Ao ler este texto saltaram-me à memória as cartas do cativeiro de São Tomás Moro à sua filha Meg, onde o amor ao Senhor e dignidade desse amor sobressaem.
Que o Senhor o abençoe e ajuda bem como à Catarina a enfrentarem a situação, que desconheço no concreto, mas que perante tão pungente testemunho será certamente algo de grave.
Um grande abraço deste pecador que se reforçará a sua presença nas suas orações.
JPR

Paulo disse...

"Que seria de nós, se nas nossas vidas não existissem dificuldades, provações, dores e tristezas?
". Realmente é com essas situações que nos tornamos mais fortes e crescemos mais em direcção a Deus, no entanto, quando as passamos é tão dificil...de aceita-las.

Filha de Maria disse...

Amigo Joaquim;

S. Pe. Pio dizia (referindo-se á dor/sofrimento); que uma mãe está a bordar sentada na sua cadeira, o seu filho pequenino, sentado num banquinho ao seu lado, consegue vêr apenas o avesso do bordado... nós, somos esses filhinhos sentados em bancos pequeninos...

Recordo ter lido isto, numa fase em que sofria provações... nunca mais esqueci!

Um beijinho fraterno e que N. Senhor Jesus Cristo e Sua Mãe, Maria SS te fortaleçam, te guardem e iluminem!

concha disse...

Amigo Joaquim
Confesso que não sei se teria a tua coragem para contar aqui para todos uma provação grave, como parece ser a tua pelo que acabo de ler.
Nas várias que tenho tido,faço a distinção entre estar em igreja e não estar.Não tem nada a ver.Com Ele, mesmo o muito difícil é mais fácil de suportar.Porque nunca vem nada à nossa vida,que ultrapasse a capacidade de o suportarmos.
Entrega-Lhe e descansa.É Jesus que afirma..."vinde a Mim todos os que andais cansados e Eu os aliviarei".
Porque também acredito que a oração tem uma força enorme,terei presente as tuas intenções quando rezar.
Que o Espírito Santo em que tanto acredito,ilumine toda a tua vida e a da tua família.
Um abraço com a Paz de Cristo Jesus

joaquim disse...

Caro Bernardo

Obrigado!

Mas nem tanto!!!

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Obrigado Dulce

pelas tuas achegas.

Os testemunhos de cada um, sempre questionam as nossas vidas.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

António, meu irmão e padrinho

obrigado.

Sei que conto contigo inteiramente.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amigo João Paulo

Não me agradeça, porque também conheço o seu testemunho de vida.

As suas orações são com certeza o melhor do seu agradecimento.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

É verdade Paulo

são dificeis, mas reforçam-nos na fé, na confiança e na esperança em Deus.

Obrigado.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

É verdade, amiga "Filha de Maria"

agora não compreendemos, o que iremos perceber mais tarde junto d'Ele com toda a clareza, por Sua graça.

Obrigado.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Obrigado amiga Concha

pelas orações e pelas palavras.

São bálsamo para as dificuldades.

Um abraço amigo em Cristo

Fa menor disse...

Força, meu amigo Joaquim!
"Quem a Deus tem, nada lhe falta."

Gosto muito das palavras deste Salmo e gosto de me refugiar nele:
Só em Deus descansa, ó minha alma (Sl 62)


Abraço em Cristo, nosso refúgio.

Maria disse...

Uma lição de fé e de amor este seu belo texto. Seja lá qual fôr a provação Ele está e sempre estará consigo. Quem me dera ter essa aceitação, quando o sol escurece para mim...As suas palavras são uma lição que faço questão de reler.
O Senhor o abençoe e a todos os seus.
Rezarei por si.
Abraço em Jesus
Maria/Laureana

joaquim disse...

Obrigado Fa

E é n'Ele que eu descanso, sem dúvida.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Obrigado Maria

A força é Ele mesmo que no-la dá, quando tudo Lhe entregamos.

Um abraço amigo em Cristo

Ailime disse...

Amigo Joaquim,
Não tenho palavras para exprimir o que senti ao ler o que escreveu sobre a provação por que está a passar.
Apenas vou reforçar que com Cristo em nós tudo se torna mais fácil.
É no sofrimento, na provação, que muitas vezes O encontramos, nos encontramos.
Que O Senhor lhe continue a dar e aos seus alento e coragem.
Muita obrigada por este seu testemunho de vida, pelo seu exemplo e pela excelente reflexão fundamentada na sua enorme Fé em Deus.
Um grande abraço em Cristo e Maria.
Muito obrigada.
Ailime

joaquim disse...

Obrigado amiga Ailime.

Infelizmente, por culpa minha sem dúvida, a minha "enorme" fé, é muito pequenina, mas com a graça de Deus vai tomando conta da minha vida.

Um abraço amigo em Cristo

malu disse...

Um grande abraço, em Cristo e Maria, grato, pelo testemunho de Fé. Peço-Lhes toda a força para ti e tua família.

joaquim disse...

Malu

Obrigado.

Que Deus te abençoe.

Um abraço amigo em Cristo

Utilia Ferrão disse...

Ás vezes os comentários desaparecem.
Mas tenho pensado em si não sei porquê Deus sabe e tenho orado.
Na vida nada é inútil (penso eu.)
Utilia Ferrão

joaquim disse...

Obrigado Utilia.

As suas orações são muito bem vindas.

Quabto aos comentários, não faço ideia porquê!

Um abraço amigo em Cristo