quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

CAMINHO QUARESMAL

No Domingo passado, dia mensal de encontro da Comunidade Luz e Vida, durante a oração, o Senhor trazia ao meu coração esta “palavra”:

«Muitos de nós queremos que Jesus Cristo nos siga e ajude naquilo que escolhemos e achamos melhor para nós, mas o Senhor não nos quer seguir, mas sim acompanhar e guiar naquilo que Ele sabe ser melhor para nós e que é a Sua vontade de amor para cada um.»

Meditei nesta verdade, tantas vezes presente na minha vida, e aceitei como caminho quaresmal, a meditação sobre tudo o que eu faço, o que eu vivo, quer em Igreja, quer em comunidade, quer em família, quer no trabalho, quer no lazer, quer no testemunho que dou, de tudo aquilo que eu sou.

Viverei eu aquilo que é a minha vontade e peço a Deus que me siga e ajude, ou abro a minha vida à Sua presença e procuro escutar no coração, na consciência, aquilo que Ele me diz ser a Sua vontade para mim, e peço a Sua companhia e a Sua luz para cumprir a vida que Ele me deu?

Quero que a minha vontade seja a Sua vontade, ou entrego-me para que a Sua vontade seja a minha vontade?

Baixo a minha cabeça para receber as cinzas que me lembram o pó que hei-de ser, mas levanto o meu coração para a vida que só Ele me pode dar a viver.


__
Quarta Feira de Cinzas, inicio da Quaresma de 2007, que nos há-de levar na Conversão, pela Paixão à Ressurreição.

12 comentários:

André Alves Correia disse...

"Quero que a minha vontade seja a Sua vontade, ou entrego-me para que a Sua vontade seja a minha vontade?" - Esta é verdadeiramente uma das questões centrais da nossa conversão. Moldamos muitas vezes Cristo naquilo que nos é mais conveniente, fugindo ao verdadeiro encontro com Ele, com a Sua vontade, com o Seu amor. Daí a importância da mensagem quaresmal do Santo Padre, incentivando-nos a olhar Aquele que trespassaram! E este olhar é, só pode ser, a submissão à Sua vontade!

Que esta caminhada quaresmal nos encontre prontos a segui-Lo, sem medos e sem limites!

Um forte abraço.

Pe. Vítor Magalhães disse...

CAMINHO PARA CRISTO, CAMINHO PARA PERCEBER QUE ELE NOS SALVA, NOS MOSTRA O AMOR DE DEUS PAI,...

joaquim disse...

Caro André
É verdadeiramente um dos problemas do nosso tempo:
Querer "moldar" Jesus Cristo "à nossa imagem e semelhança" em vez de nos deixarmos criar à Sua
Imagem e Semelhança.
Caminhemos pois unidos em oração e entrega a este Deus de amor que Se entregou por nós.
Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Caro Pe. Vitor
Obrigado pelas palavras, obrigado pelo seu Sacerdócio, obrigado por ter entregue a sua vida para nos ir conduzindo no Caminho do Salvador, Jesus Cristo Senhor.
Abraço em Cristo

Albertino disse...

Olá.

Casualmente vim parar ao teu blog.

É bom sentir que não somos os únicos a ter a coragem de, on-line, testemunhar o caminho que se faz em direcção a Cristo e aos outros.
Este caminho quaresmal que iniciamos deve ser sempre processo de reencontro, a partir de nós, com Deus na intimidade da acção do Espírito.
Bom caminho...
Abraço e, gostei muito deste blog. Voltarei.

A. R.

http://www.betus-pax.blogspot

Maria João disse...

Obrigado, joaquim. Estas palavras servem mesmo na minha vida.
Veio mesmo a calhar. Este fim-de-semana tenho um retiro de silêncio nos missionários combonianos... Boa frase para meditar ... em silêncio.

Reza por nós!

Ver para crer disse...

Jesus ensinou-nos a pedir para que seja feita a Sua vontade.
Entretanto há quem peça que se faça a nossa vontade.
Há tempos encontrei alguém que me quis ensinar um Pai-nosso novo. Dizia ele: Eu digo "perdoai as nossas ofensas porque nós não perdoamos a quem nos ofende".
Mudar a doutrina à nossa feição é o que está a dar!
Que Deus nos perdoe!

joaquim disse...

Caro Frei Albertino
Obrigado pela sua visita e pelas suas palavras.
Realmente se o caminho quaresmal não for para nos encontrarmos com Deus e os outros, não faz sentido.
Irei visitá-lo.
Abraço em Cristo

joaquim disse...

Obrigado Maria João.
Um bom retiro, guiado pelo Espírito Santo.
Rezarei com certeza, reza também por mim.
Abraço em Cristo

joaquim disse...

Caro Ver para Crer
Obrigado pela tua visita, que é sempre uma benção.
Pois é, muitos querem "fazer" um Jesus Cristo ao seu modo, interpretar a Palavra à sua maneira, mas Ele é sempre o mesmo, ontem, hoje e sempre e a Sua Palavra é imutável.
Em relaçao ao Pai Nosso, o que deveriamos certamente é pensar muito seriamente no que dizemos:
«Perdoai-nos, como nós perdoamos»
E se não perdoamos?
Abraço em Cristo

J disse...

Joaquim,

Tantas vezes a minha vontade é tão diferente da Sua. E bem sei que a D´Ele é o melhor para mim, é tão dificil mas tão grandioso reconhecer e aceitar a Sua Vontade, porque Ele é Amor e só Ele sabe o que é melhor para cada um de nós.

Um grande beijinho e obrigado pela partilha

joaquim disse...

Olá Joana

O que interessa é que nós queiramos de coração, sinceramente, fazer a Sua vontade, mesmo que por vezes apenas façamos a nossa.

Abraço em Cristo