segunda-feira, 26 de março de 2007

CAMINHO QUARESMAL

Quinta Semana – Vida de testemunho de Cristão Católico
30º Dia
Reclamo por tudo e por nada, murmuro, queixo-me permanentemente dos meus sofrimentos, digo mal da vida, ou vivo na alegria serena, (claro, com as tristezas e contrariedades inerentes à vida), na confiança e na esperança de quem acredita firmemente que Jesus Cristo está sempre connosco?

6 comentários:

Maria João disse...

Uma das maiores provas de Amor ao Pai, está nesta atitude: não reclamar constantemente. Muitas vezes, enquanto reclamamos, Deus já nos deu o que queríamos e precisavámos, mas nós nem vemos. Estamos tão obcecados que só reclamamos e não vemos nada à nossa volta.

Maria Alarcão disse...

As pessoas que estão à nossa volta têm a tendência de se deixarem levar pelas coisas menos boas da vida... e nós, muitas vezes também. Mas como testemuhas do Amor de Deus, acho que devemos levar a alegria e a esperança de conhecer e viver Cristo, aqueles que não O conhecem e que vao mergulhando numa vida de queixumes.
Obrigada por estas reflexões tão boas e cheias de Deus e sabedoria =)
um beijinho!!

joaquim disse...

Olá Maria João
Sobretudo quando nos lamentamos constantemente damos um péssimo de testemunho.
Como podemos dizer que acreditamos num Deus de bondade, de confiança, de esperança, se afinal tudo na vida nos parece "mau".
Obrigado pelas tuas palavras.
Abraço em Cristo

joaquim disse...

Olá Maria Alarcão
Bem vinda.
É isso mesmo!
O testemunho do Cristão tem de ser alegre, sereno, confiante, cheio de esperança, para que suscite nos outros a interrogação: Que "força" é esta que anima as suas vidas.
Obrigado pelas tuas palavras.
Abraço em Cristo

J disse...

Joaquim,

Obrigado por este post que faz referência a um tema tão importante que é os nosso queixumes, Ele dá-nos tudo e so nos queixamos, confiemos, porque Ele so quer o nosso bem.

Um grande beijinho em Cristo

joaquim disse...

Joana

Este é para mim, um dos pontos em que nós cristãos mais falhamos no testemunho que damos.
Obrigado pela tua achega.
Abraço em Cristo