sábado, 18 de novembro de 2006

OBRIGADO SENHOR, PELA IGREJA

Hoje é o dia da Dedicação das Basilicas de São Pedro e de São Paulo, Apóstolos.


Senhor, neste dia, quero dar-Te graças pela Igreja.
Senhor, quero dizer-Te que amo profundamente a Igreja, com todas as suas virtudes e todos os seus defeitos.
Amo, Senhor, o Santo Padre, os Bispos, os Sacerdotes e todos as minhas Irmãs e Irmãos na Fé.
Senhor, elevo a Ti, neste dia, uma oração pela Igreja.
Pelo Santo Padre, pelos Bispos, pelos Sacerdotes, pelas minhas Irmãs e Irmãos na Fé, unidos em Igreja.
Por todos eles, Senhor, e sobretudo por aqueles que contestam, que estão em desacordo, que não vivem em obediência de amor.
Por todos, Senhor, para que a Igreja não seja o que uns e outros possam querer humanamente, para que a Igreja não seja o que eu humanamente quero, para que a Igreja seja apenas a expressão verdadeira da Tua vontade.
Derrama, Senhor, continuamente o Teu Espírito Santo, para que por Ele iluminados, todos vivamos e comunguemos a Tua vontade para a Igreja, que somos todos nós.
Um dia, Senhor, confiaste a Pedro a Igreja.
Que nós saibamos agora, confiar no seu sucessor e em todos aqueles que escolheste para nos ajudarem a caminhar para a morada da vida eterna, ajudando-os com as nossas orações, com os talentos que nos deste, com a nossa livre obediência de amor.
Sem Ti, Senhor, nada faz sentido.
Sem Ti, Senhor, não há Igreja.
Por isso, Senhor, tudo Te confio, na confiança do Teu amor por nós.
Amen

3 comentários:

Anónimo disse...

Querido amigo,
assim espero também eu! Que a Igreja seja apenas a manifestação da vontade de Deus!
Também eu amo esta Igreja, com ela, nela e para ela vivo e estou disposta a dar por ela a vida desde que ela seja a continuação do projecto de salvação trazido ao mundo por Cristo! Se assim não for também estou disposta a apontar-lhe a dedo para lhe dizer que se está a desviar do Mestre!

Um abraço!

joaquim disse...

Mais uma vez, obrigado Sandra.
É verdade mais do que criticar, sem construir, às vezes até desunindo, é preciso construir, às vezes criticando, mas sempre na perspectiva de ouvir o que Deus diz aos nossos corações e não o que a "nossa inteligência" pretende dizer, ou fazer, porque é isso que "achamos" melhor.
Saibamos ter a humildade de ouvir e atender ao Magistério da Igreja e lembrar-mo-nos de que sempre que rezamos o Credo, dizemos:
"Creio na Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica..." , e que só em Comunhão, (nunca em desunião), podemos ajudar a Igreja a ser a Vontade de Deus.
Abraço em Cristo

Mário Pinto disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.