segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009

SÃO JOSÉ

.
.

Fico assim a olhar para as figuras do Presépio e os meus olhos detêm-se na figura de São José.

Quantas vezes meditamos na vida de São José?

Claro que o nascimento de Jesus Cristo prevalece sobre todos, sobre tudo e sobre todas as coisas.
Claro que a Virgem Maria é figura incontornável, porque disse sim, porque é a Mãe de Jesus Cristo, o Salvador.

E São José?

Podemos não compreender o Mistério da Encarnação de Cristo, a Sua concepção por obra e graça do Espírito Santo, pelo sim de Maria, mas compreendemos que nos planos de Deus estava o Nascimento do Seu Filho, como Homem igual em tudo e a todos, excepto no pecado.

Ora esse plano teria que incluir uma família, humanamente simbolizada num pai e numa mãe.

Temos então que nos deter também na grandeza de alma, na humildade e na entrega de José, que também ele disse sim à vontade de Deus, que também ele se entregou para que fosse feita na sua vida a vontade do Pai.

E não era fácil naquele tempo, como não é agora, saber que a sua noiva está grávida e que eles ainda não se «conheceram». Lc 1,34; Mt 1,25

Calculemos nós o que terá vivido José naquele tempo?
As suas dúvidas, as suas angústias, o seu receio de magoar Maria com uma lei que mandava apedrejar as mulheres adulteras.
E no entanto, muito provavelmente no seu coração vivia o sentimento de que tudo aquilo ultrapassava a sua compreensão, e que devia vir de Deus.

Homem justo, de oração e temente a Deus, tinha com certeza o seu coração aberto à vontade de Deus, pelo que a aparição do anjo em sonhos, Lc 2,20-24, o leva, do mesmo modo que Maria, a dizer sim à vontade do Pai.

E se José tivesse dito não?
Como seria possível a vinda do Salvador no seio de uma família?

Comparável à humildade de Maria, só a humildade de José, que em tudo se entrega para fazer a vontade de Deus.

E não era despicienda a figura de José, porque Deus o encarrega efectivamente de velar por aquela família, pois é a José que são mostrados os caminhos que devem percorrer para proteger Jesus Cristo, para proteger Maria, como na fuga para o Egipto, Lc 2, 13-15 e no regresso a casa, Lc 3, 19-21 e até e ainda onde a família devia morar Lc 3, 22-23.

E José era efectivamente na terra o pai de Jesus, pois Ele lhe era submisso. Lc 3, 51

E depois, nada mais os Evangelhos nos dizem sobre José, que tendo assistido ao Nascimento de Jesus, que tendo visto as maravilhas operadas no Seu Nascimento, já não tinha dúvidas no seu coração, e no entanto permaneceu na sombra, na humildade, na doação total da sua vida.

Como temos nós tanto a aprender com São José, que de tão humilde e entregue a Deus, ainda hoje passa tantas vezes despercebido em toda a vivência do Natal!
.
.

30 comentários:

José A. Vaz disse...

S. José (gosto do nome) era mais do tipo "underground", mas nem por isso menos "operativo". Só nunca gostei que lhe chamassem "pai putativo". Pai é pai e pronto! Uma vez conheci uma freirinha que dizia que tinha um fraquinho por S. José; imagino o que será quando se encontrar com Maria. Lá terá o José de fazer mais um milagre:)Shalom.

mccc disse...

Realmente S. José é esquecido e ignorado, muitas vezes.
É de admirar este homem pelo amor que demonstrou a Maria e ao Menino. A sua humildade e compreensão deveria servir de exemplo para todos nós.
Ainda bem que alguém se lembra de fazer referência a este Santo.
Bem haja!

teresa disse...

mais uma vez meu amigo , você já disse tudo , venho só aqui para dizer amen , consigo ....
sem duvida que muitas pessoas esquecem a importancia que são jose teve na vida de jesus e de maria , e na história da nossa igreja , tal como você disse , e se ele tivesse dito não ?


são josé rogai por nós ...


beijinho fraterno ...

Ailime disse...

Amigo, boa noite!
Fiquei muito sensibilizada por ter trazido esta reflexão sobre S. José (Padroeiro da minha Paróquia) que teve um papel tão importante na vida de Jesus e Maria!
Um homem discreto e humilde que nunca desamparou a Sua Família!
Um Santo que também soube dizer: SIM!
Que S. José interceda por nós!
Um abraço em Cristo.
P.S. Agradeço muito as suas generosas palavras no meu cantinho.

Nova Civilização disse...

Olá Joaquim,

concordo com tudo que escreveste. Vejo em São José um aprendizado tamanho que muito me educa.Uma capacidade em aceitar e servir!

obrigada,

abraços fraternos

Gisele

concha disse...

Olá Joaquim!
Belíssimo texto de interpelação sobre uma figura mais apagada neste mistério do Natal.Mais apagada , mas não menos importante como dizes.Em Maria aprendemos várias virtudes, entre elas a humildade.Em S. José é a humildade de quem se apaga para que o verdadeiramente importante sobressaia.Simplesmente sublime.
S. José é o meu padrinho de baptismo(como acontecia antes) e sempre foi mais um pai para mim, porque ia rezar ao altar onde se encontrava na minha paróquia e era mesmo alguém em quem confiava muito.Coisas de criança,mas que ainda hoje têm importância na minha vida.
Um abraço amigo com votos de um excelente dia de Nossa Senhora da Conceição também extensivos aos meus amigos que aqui vêm

ana disse...

Amigo ,Joaquim com sempre suas palavras são muito importantes e reais , Qual homem hoje faria tal coisa dificilmente , só se ele tivesse realmente muito amor pela mulher em causa.
Mas Deus é unico e sua força e luz indicaram o caminho a São josé abencoado seja pela sua corajem e força.
Nos tempos actuais é difrente eu pessoalmente como desisti do amor , custa me a crer que vá haver outra pessoa que faça algo semelhante .
Que Deus o abençôes pela sua sabedoria , suas palavras são de muito valor .
Um abraço

DE MÂOS DADAS disse...

Ai, amigo Joaquim imagino mesmo o que ele teria passado com "Maria..."`

Duvidas,angustia, desilusão...
Pois é... ele era humano como nós mas...foi Santo. " São José"
O anjo, arranjou a história que foi Divina..
"José seu esposo, que era um homem justo e não queria difamá-la,publicamente resolveu repudiá-la secretamente.
Tal era o projecto que concebera,.
Mas heis que o anjo do Senhor lhe apareceu em Sonho e dissse:...."
Mateus 1:20-25
Grande abraço da Utilia

Maria João disse...

E tu não nos lembrasses de algo tão importante ...

De facto, José podia ter destruído tudo, mas não o fez. Estava magoado, sentia-se traído, mas não fez nada de cabeça quente. E tinha poder para o fazer, tendo em conta a posição do homem naqueles tempos!

E, nós, reagimos com a cabeça fria, após deixarmos o Espírito Santo agir? Seguimos o exemplo de José? Pois ... Mea culpa para todos...

Enfim, aprendamos com S. José!


Sagrada Família de Nazaré rogai por nós!



beijos muito amigos em Cristo e Maria

PS: O retiro foi mesmo ... um encontro com Deus! :)

Alma peregrina disse...

"Desapercebido"? Nã! Não para mim! Na verdade, é precisamente esta humildade, esta quase "invisibilidade" de S. José que me faz admirá-lo como um dos meus santos padroeiros.

Os melhores guardiães são aqueles que guardam os maiores tesouros... e que os guardam com as suas vidas, enquanto não ofuscam o brilho desses tesouros que pretendem guardar. S. José foi o maior guardião de todos os tempos e é um modelo para todo e qualquer leigo que busque a vocação matrimonial.

Pax Christi

joaquim disse...

Caro amigo José Vaz

Como sempre bem disposto!

Gosto disso!

Também não gosto dessa do "pai putativo"...não me soa bem!

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Caríssima mccc

Obrigado!

Realmente São José é uma figura ímpar na história da Salvação e dela faz parte integrante e activa.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Teresa

Obrigado e que São José rogue por nós, que bem precisamos.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Ailime

Não tem que agradecer.

Sem São José não haveria Sagrada Família!!!

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Gisele

É verdade e eu bem preciso de aprender com ele a ser melhor homem, a ser melhor pai.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Concha

Obrigado!

E que o teu Padrinho te proteja e guarde e a nós todos também.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Ana

Obrigado pelas tuas palavras.

Mas nem tu desististes do amor, (por isso mesmo escreves o que escreves), nem o amor desistiu de ti.

Um dia, sem grandes manifestações, perceberás que ele está em ti e sempre esteve e que te dará vontade de o viveres.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Pois é amiga Utilia, ele era pecador e é Santo, o que faz de todos nós pecadores verdadeiros candidatos à santidade!

Obrigado!

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Maria João, minha amiga

Obrigado pela achega na reflexão.

Ainda bem que o retiro foi isso mesmo, um encontro com Deus.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Claro que sim, meu amigo "Alma peregrina", que muito me dá prazer ver por aqui.

Mas que muitos se esquecem deste Santo, lá isso é verdade!

Obrigado pelas tuas palavras que ajudam á reflexão.

Abraço amigo em Cristo

anareis disse...

Estou fazendo uma Campanha de Natal para crianças necessitadas da minha comunidade carente,são crianças que não tem nada no Natal,as doações serão destinadas a compra de cestas básicas-roupas-calçados e brinquedos. Se cada um de nós doar-mos um pouquinho DEUS multiplicará em muitas crianças felizes. Se voce quiser ajudar é fácil,basta depositar qualquer quantia no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Voce verá como doar faz bem a Alma,obrigado. meu email asilvareis10@gmail.com

DE MÂOS DADAS disse...

Amigo Joaquim.
Tenho pensado na "Maria".
Bem não é aquela de que falas aqui mas a que postou anteriormente.
Quero deixar aqui um pensamento
de solidariedade para com ela.
Obrigada
Utilia

malu disse...

Que bom que nos trazes S. José aqui. O Santo meio apagado na sua humildade, mas que tantos, é o meu caso, o guardamos mais no coração com uma ternura e devoção especial. É, agora que falas dele e nesses aspecto, recordo-me que o tenho mais ou menos como um pai, confidente a quem segredo imensas coisas da minha vida.
Ao abrir a capela, lembro que de noite e que então parei e esperei alguns minutos pela meia-noite de maneira a acontecer no dia 19 de Março, dia de S. José e quem logo fiz protector do Blog e ali rezei a 1ª oração - a ele.

Abreijos em Cristo e Maria.

Nova Civilização disse...

Joaquim,

vim agradecer toda essa nossa caminhada em espera do Senhor, nesse nosso advento. Toda essa reflexão está sendo muito importante para mim. Hoje ao ler o post da Malu, fiquei muito agradecida a Deus por tudo que Ele tem feito em minha vida. Os obstáculos, as alegrias, as dores tudo... sei que é necessário para o meu aprendizado, as mudanças que Ele deseja para mim!

Abraços fraternos,

Gisele

joaquim disse...

Obrigado anareis, aqui fica para aqueles que quiserem ajudar, mas sabes, em Portugal isto também está muito dificil.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

obrigado Utilia, pela "Maria" agradeço!

joaquim disse...

Obrigado Malu!

Bonito o que nos contas.

Jesus teve um pai "adoptivo" na terra, São José.

Tu tens São José como pai "adoptivo" no Céu.

Melhor intercessor não podes ter!

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Gisele, nada tens que agradecer!

A caminhada faz-se em comunidade e nós somos neste momento uma comunidade caminhando no Advento.

Todos damos e todos recebemos.

Abraço amigo em Cristo

Ailime disse...

Amigo Joaquim,
Muito grata pela amabilidade da sua visita ao meu cantinho e pelo comentário tão generoso que deixou acerca da minha reflexão de hoje.
Que o Espírito Santo nos ilumine e ajude a caminhar até à Gruta de Belém para louvar o Senhor!
Deixo-lhe um beijinho e votos de uma Semana plena de Luz.

joaquim disse...

Amiga Ailime

Não tens nada que agradecer!

A caminhada faz-se juntos, porque é em Igreja que se vuive o Advento e se encontra o Natal.

Que Deus te abençoe.

Abraço amigo em Cristo