terça-feira, 23 de outubro de 2007

SENHOR, EU QUERO VER!

Da escuridão saiu um grito lancinante:
- Senhor, eu quero ver!
Então uma voz perguntou:
- Para que queres tu ver?
Respondeu o “grito”:
- Quero ver para que tudo tenha sentido.
Olho para a natureza, mas não consigo ver a totalidade da sua beleza. Trabalho exaustivamente, mas não consigo entender para quê. Ganho dinheiro e mais dinheiro, mas não me sinto mais tranquilo e seguro do meu futuro. Dou aos meus tudo o que me pedem, mas não os vejo mais felizes. Tenho amigos e mais amigos, mas não sinto os seus corações. Leio, estudo, informo-me, mas não me sinto mais conhecedor por isso, nem me sinto conhecedor da vida. Trato da minha saúde, da minha forma física, mas não vejo a finalidade de tanto esforço. Vivo intensamente, mas temo a morte.
Por isso Senhor estou cego, porque não vejo o sentido da vida.
Respondeu-lhe a voz:
- Mas acreditas tu que Eu te posso dar a capacidade de veres?
O “grito” respondeu:
- Falam-me de Ti e dizem-me que Tu tudo podes. Leio-Te, estudo-Te, mas falta-me algo, porque não consigo compreender. Mas sinto que me podes dar essa compreensão. Tudo o mais já experimentei, e nada me faz ver aquilo que eu não consigo ver. Acredito Senhor, quero acreditar, que só Tu me podes fazer ver o que agora ainda não vejo.
A Voz ergueu-se firme, terna, cheia de compaixão e disse:
- A tua fé te salvou! Abre os olhos e vê agora o que para ti estava preparado. Mergulha no Meu coração e sente-te amado. Vês agora que sempre exististe em Mim? Vês agora que a tua vida tem sentido, porque é vida da Minha Vida? Vês agora que só em Mim deves encontrar razão para tudo que fazes? Vês agora que todo o teu esforço deve começar e acabar em Mim? Vês agora que todo o teu trabalho tem sentido se não for apenas para ti, mas para todos que Eu amo e assim sendo tu deves amar também? Vês agora que só em Mim encontras futuro e futuro que não acaba? Vês agora que a natureza é bela porque Eu a criei para ti? Vês agora que mais do que ler e estudar apenas para conhecimento, o deves fazer vivendo-Me no que lês e estudas? Vês agora que só em Mim encontras a plenitude da vida?
Do “grito” saiu um grito de alegria:
- Vejo agora Senhor que já não sou um "grito" informe, porque Tu me deste a ver a minha humanidade que em Ti se faz vida eterna!
Era o sétimo dia, e então Deus descansou e fez festa com os Seus filhos!

14 comentários:

Maria João disse...

Obrigado por este momento, Joaquim...

Desculpa só dizer isto, mas podes crer que acabei de dizer tudo.
Obrigado por veres que Cristo vive em ti e O dares a conhecer aos outros.

beijos em Cristo

Fa menor disse...

Que BELEZA, Joaquim!

Deixaste-me muda...

De facto, nada faz sentido quando não se tem DEUS no coração!
Porque "o essencial é invisível aos olhos"

Beijinho

Fa-

malu disse...

Depois do que a Mª João e a Fá já disseram, fica mais difícil ainda comentar este texto que tenho estado a saborear. Ou ainda 'grito': Que bonito!

Depois deste mergulho fundo no Seu coração, não é fácil vir à superfície, não.

Bjs!

antonio disse...

Lindo! Esse grito sempre desponta em nós, lembremo-nos então que no Seu amor tudo ganha sentido e a nossa dor se acalma.

Luis Carlos disse...

Olá Joaquim,

Agora viva tudo o que tem para viver, deixe os preceitos, deixe os preconceitos, deixe os dogmas, deixe as verdades dos outros, agora viva essa sua verdade.

Isto também me aconteceu.

Um abraço forte de conforto e paz.
Luís Carlos

joaquim disse...

Obrigado por aqui vires Maria João...

Limito-me a escrever o que me vai na alma, no coração...

Ele é que inspira...

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

É verdade Fa!

Sem Deus, corremos para onde e para quê?...

Só em Deus encontramos a plenitude...

Abraço em Cristo amiga Fa

joaquim disse...

Olá Malu!

Mas não podemos ficar nas "nossas" consolações...

Temos de dar testemunho delas, e é isso que tu fazes com os pensamentos que nos trazes "à Capela"...

Abraço amigo e agradecido em Cristo

joaquim disse...

Obrigado António, amigo sempre presente.

É verdade, «no Seu amor tudo ganha sentido e a nossa dor se acalma.», e ue já experimentei isso mesmo muitas vezes na minha vida.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Olá Luis Carlos

Obrigado pela visita.

Tento viver sempre segundo a vontade do meu Senhor e essa vontade implica muitas vezes preceitos, (em amor não há obrigações), dogmas, (em comunhão com a Igreja), e a Verdade que é Cristo.

Que Deus te abençoe.

Abraço forte em Cristo

Vítor Mácula disse...

Toquem os sinos, elevem-se os cânticos, abracem-se e abrasem-se as almas… Belíssimo de co-razão, Joaquim ;) Um abraço

joaquim disse...

Obrigado caro Vitor, é bom ver-te por aqui.

A festa é eterna, se nós quisermos!

Abraço amigo em Cristo

Ver para crer disse...

A alegria deve estar sempre connosco quando fazemos a vontade de Deus.
Não apenas por isso de agradar a Deus, mas também porque assim fazemos o que devemos fazer.

joaquim disse...

Caro Padre amigo

Realmente se não testemunhamos a alegria quando nos entregamos à vontade de Deus é porque, muito provavelmente estamos a fazer a nossa vontade.

E o que é bom de agradar a Deus fazendo a Sua vontade, é que estamos fazer com certeza o que é melhor para nós, para as nossas vidas.

Abraço amigo em Cristo