quarta-feira, 4 de julho de 2007

MEU SENHOR E MEU DEUS

Hoje na Missa, durante a Homilia, o Sacerdote chamava-nos a atenção para que Tomé, não tinha "recebido" a Fé porque tinha visto, mas sim tinha visto, porque tinha acreditado.
O problema de não ver, como Tomé não viu, é porque não acreditamos, não cremos.
Quando acreditamos, quando cremos, "vemos" Jesus Cristo em nós, no meio de nós, mesmo sem O vermos.
Se eu não acredito, então a Hóstia consagrada, não é mais que um pedaço de farinha.
Mas se eu creio, com a graça de Deus, então Jesus Cristo está ali presente totalmente, embora eu não O veja.
Se eu não Lhe tocar, como disse Tomé, não acredito.
Mas o importante não é eu tocar-Lhe, mas sim deixar-me tocar por Ele.
Então sim, o meu coração e todo o meu ser, abrem-se e eu posso vê-Lo.

15 comentários:

Fa menor disse...

"mas sim tinha visto, porque tinha acreditado"
É uma boa perspectiva, esta.
Ai.......!
Eu também quero acreditar para poder ver!
Quero, com muita força, acreditar...

Fa-

Maria João disse...

Se nos deixarmos tocar por Ele, vamos vê-Lo. A questão é esta. Infelizmente, nem sempre sabemos isso. Acho que se devia chamar mais a atenção para isto, porque a busca da poessoa pode tornar-se tão intensa, que nem se parecebe que Deus a quer tocar para ela O ver.

beijos em Cristo

anawîm disse...

sim... que beleza imensa, amigo Joaquim,
deixar que Ele nos toque e cure as nossas próprias chagas, as nossas feridas, é aí que O veremos...

joaquim disse...

Pois é Fá, se queres acreditar é porque já acreditas!!!
E se acreditas já O podes ver na tua vida e na vida dos outros.
O que é bom é que Jesus não lê a nossa mente lê o nosso coração...
Abraço em Cristo

joaquim disse...

Maria João
Tens toda a razão.
Faz-me lembrar certas pessoas que às vezes atendo na Comunidade e me dizem que estão sempre a rezar, mas não conseguem ouvir a resposta.
Então eu digo-lhes: cale-se um bocadinho para que Ele possa falar consigo!!!
E pior ainda é quando procuram onde nunca o podem encontrar...
Abraço em Cristo

joaquim disse...

Amigo anawîm
Quando Ele toca e muda o nosso interior, a nossa maneira de viver e cura os nossos medos, as nossas incapacidades...
Então vêmo-Lo, sentimo-Lo, vivêmo-Lo e abandomano-nos à Sua presença.
Abraço em Cristo

malu disse...

Gostei muito de como pões o assunto, que afinal, é a fé. E dizes: «Mas se eu creio, com a graça de Deus,» Então há que pedir-Lhe sempre a graça, também para que O possamos ver nos outros e os outros em nós. Principalmente aqueles que a perderam. Dar testemunho da nossa fé, louvar por tê-la.

Abraço.

antonio disse...

Este Deus que nos chama, toca-nos de diversas maneiras, desde logo pela nossa fé.

joaquim disse...

Olá malu

A Fé é uma graça de Deus, mas que devemos acolher e viver.
Quanto mais a vivemos mais ela cresce em nós...
De tal modo que o testemunho que damos às vezes nem nos apercebemos dele e então esse testemunho é muito verdadeiro, porque não é nosso, mas sim Ele que testemunha a Sua presença em nós.
Mas tu, Malu, sabes isto muito bem, não é?
E louvar...louvar é sempre...
Abraço em Cristo

joaquim disse...

caro António
Gosto de te ler por aqui e em todos os sitios.
Arrisco-me a dizer que toca de tantas maneiras, como fez cada homem diferente.

Abraço em Cristo

malu disse...

Ah Joaquim, a música!
Que nos ajude a receber o Baptismo no Espírito e no fogo.Que bonita música, lindíssima a voz. Parabéns, que Deus te abençoe :)

sedente disse...

:)
abrç+

joaquim disse...

obrigado malu.
Mais um pouco e até acredito que sei música, eu que não sei ler uma pauta!!!

Abraço em Cristo

joaquim disse...

E para ti também, caro sedente, um abraço forte em Cristo

Silene disse...

Caros irmãos,

Como é vervade que temos de acreditar para Deus se poder manifestar em nós. Temos que acreditar no seu amor, na sua soberania, na sua infinita misericórdia e providência. Às vezes é tão dificil para mim confiar-lhe as minhas dores e descansar na certeza que Ele está no controle do barco e que permite as tempestades por amor.
Em unidade.
Silene