domingo, 17 de dezembro de 2006

CONTO DE NATAL - PARA REFLEXÃO

"ESTAVA TUDO PRONTO"
Estava tudo pronto.
Tinha dado muito trabalho, o presépio, a mesa posta com o melhor serviço, o melhor talher, o centro de mesa com uma decoração alusiva à época, a toalha bordada, já tão antiga, mas a família merecia e parecia-lhe por fim que nada faltava.
Relembrava todas as compras para que nada faltasse na feitura das refeições, o vinho, os doces e tudo quanto era necessário para a festa ser completa.
Passou mais uma vez os olhos pela lista dos presentes, porque nada podia faltar, para que tudo fosse perfeito.
Era apenas uma vez por ano, mas nessa noite e nesse dia, toda a família se reunia para celebrar o Natal.
Era a festa da família.
A sua cara exibia um sorriso, o seu olhar brilhava, tudo estava tão bem e no entanto no seu coração, um sentimento lhe dizia que faltava alguma coisa muito importante.
Tornou a passar em revista toda a casa, foi à cozinha certificar-se mais uma vez que nada faltava, contou os presentes um a um, atribuindo-os a cada familiar, e nada, estava tudo bem.
Então porque sentia aquela sensação que algo faltava, que algo estava mal.
Reviu também a sua vida, colocou-se perante a sua fé, mas nada também.
Tinha-se confessado e estava pronta para a Missa do Galo e nela receber Jesus naquela Noite Santa.
Mas então o que era, porque não parava o seu coração de a incomodar, de lhe chamar a atenção para uma falha na festa da família, na comemoração do Natal.
As pessoas da família, pensou: esqueci-me de alguém!
Era isso com certeza!
Foi buscar a lista, porque eram muitos, e reviu atentamente cada nome, cada família.
Não percebia, estavam todos lá, mas mais uma vez o seu coração dizia-lhe que era que estava ali o problema.
Leu vagarosamente toda a lista e quando chegou àquele nome a sua mente pensou num repente: Que bom seria se ele não pudesse vir.
Desde aquela vez em que ele tinha sido tão desagradável, tão ofensivo com ela, que não podia sequer pensar no seu nome.
E ele já lhe tinha telefonado a pedir desculpa, mas a ofensa tinha sido muito grande e ela não quis desculpar.
Abriu-se-lhe o coração, Jesus amoroso dizia-lhe:
«Ainda não percebeste o que falta? Como queres tu viver a festa da família, comemorar o meu nascimento que vos fez a todos irmãos e estares zangada com o teu próprio irmão?»
Fez uma prece para pedir coragem, dirigiu-se ao telefone, marcou o número e do outro lado ouviu a voz que tanto a tinha ofendido.
Uma força inexplicável, uma vontade que se fazia sua vontade, levou-a a dizer:
“Perdoa-me por não te ter perdoado. Vem mais cedo porque te quero abraçar”.
Do outro lado ouviu uma voz embargada que lhe dizia:
“Obrigado, vou a correr”.
Que paz extraordinária se instalou no seu coração. Agora estava tudo certo nada faltava.
No seu coração Jesus com um sorriso imenso dizia-lhe:
«Agora sim minha irmã, é Natal em tua casa, é Natal na tua família, é Natal no teu coração. Por tua causa é “maior” também a festa no Céu».

Escrito em 5 de Dezembro de 2005, mas sempre actual!
Fica aqui para reflexão de todos nós, para vivermos melhor o Natal!

18 comentários:

Pensar Cristo disse...

Caro Joaqui, obrigado. Acho que é um texto que toca a qualquer pessoa que tenha irmãos de sangue, ou que encare o próximo como irmão em Cristo. Um grande abraço e obrigado por mais este ensinamento,

António

J disse...

Joaquim,

um texto que toca muitos corações, mas que tocou-me especialmente, porque vivo rodeada de situações como essa.Obrigado pelo seu conto, que me fez ver Cristo nas suas palavras, e senti-Lo ao meu lado ao ler o seu conto.
Um texto inspirativo, e que foi escrito sem dúvida com a Graça do Espirito Santo.

Um grande beijinho

joaquim disse...

Caro António e também caro Pedro
Acho a ideia de uma reunião de todos nós, que colcaste no Pensar Cristo, uma maravilha! Uma reunião de Oração!
Um Santo Natal, se até lá não trocarmos mais mensagens.
Abraço apertado e muito amigo no coração, em Cristo do
Joaquim

joaquim disse...

Carissima Joana

As tuas palavras são sempre inspiradoras e obrigam-me sempre a mais.
Ainda bem!

Que todos nós neste Natal façamos as pazes com todos e até connosco próprios.

Um Santo Natal, Joana, com um sentido e amigo abraço em Cristo do
Joaquim

AMexiaAlves disse...

Claro que é actual! Mais ainda: Se como tantos dizem com ar de gozo: "Natal é quando um homem quiser", então este texto deveria ser lido TODOS OS DIAS.
Ser "bom" no Natal, não custa nada, mas perdoar todos os dias...SEMPRE!?

joaquim disse...

Pois é, não me tinha lembrado de que essa frase "Natal é quando um homem quiser" se torna realidade quando o perdão é todos os dias.
Obrigado António.
Abraço em Cristo do teu irmão

malu disse...

Mais um bonito conto e que nos fala a todos. "Vai primeiro reconciliar-te com teu irmão" - uma mensagem para todos os dias.
Adorei.

AbraçotemCristo

joaquim disse...

Malu
Já não te "agradeço mais", apenas elevo como agradecimento, uma prece a Deus por ti.
"Rogai pela Malu, Santa Mãe de Deus, para que seja digna de alcançar as promessas de Cristo. Amen"
AbraçemCristo

Marlene Maravilha disse...

Sim,meu amigo Joaquim, enquanto muitas pessoas estão somente preocupadas com presentes, comidas e bebidas, Deus quer que o sentido do Natal seja exatamente este, o do amor, perdão e fraternidade.
Que lindo post! Tomara que muitos o leiam e consigam vive-lo.
Temos que perdoar nossos irmãos, segundo Jesus Cristo, setenta vezes sete, ao dia, como sei que é também do teu conhecimento. Demonstremos nós. "A começar em mim, quebra corações, para que sejamos sempre UM, como tu és em nós."
Um grande abraço

malu disse...

:)

E já reparaste nas vezes que cá venho? Vim ouvir a música que achei tão bem para a bolinha azul e me faz bem.

Adivinha de onde vim. Já adivinhaste. Então agora adivinha como estou e me sinto?

Apetecia-me dizer assim: a rebentar Jesus por todos os lados. E a quem devo eu tudo isso?

Obrigada pela tua oração, obrigada eu por tudo. Falta-me dizer que sou outra!! :) (só que agora choro..choro.. mas um chôro diferente..)

"Santos como Tu.... como Tu..." e choro...

Maria João disse...

Um Natal muito feliz para ti e para os teus. Que o Menino Jesus vos ilumine e que vivam com Deus em tudo e sempre, ou seja, com muito amor.

joaquim disse...

Carissima Marlene
Obrigado pela visita e pelas palavras que aqui deixou.
Verdadeiramente, como meu irmão António diz acima, "Natal é sempre que um homem quiser", e isto pode ser realidade, se o perdão for constante.
Um Santo Natal, no calor do Brasil.
Um abraço amigo em Cristo

Pensar Cristo disse...

Caro Joaquim, gostava de te desafiar para escrever o PensarCristo de amanhã ou depois. Alinhas? Mandas por e-mail para antvcruz@hotmail.com e eu publico. Um abraço!

António

joaquim disse...

Maria João
Obrigado.
Um Santo Natal e que o Menino Jesus derrame as Suas graças sobre ti e todos aqueles que te estão mais próximos.
Abraço em Cristo

joaquim disse...

Caro António
Obrigado pela confiança!
Já tens a resposta no teu mail.
Abraço em Cristo

antonio disse...

Que a mensagem do presépio de Belém cresça em todos nós...
Um Feliz e Santo Natal.

joaquim disse...

Caro António
Só agora reparei na tua mensagem, perdoa.
Um Santo Natal, ainda, para ti e todos os teus.
Abraço em Cristo

Felícia disse...

Olá. Gostei muito deste texto, e venho assim pedir autorização para o usar no meu blogue, e principalmente, num trabalho da faculdade sobre o Natal. Aguardo resposta.

felicialopesvaz@hotmail.com
http://feliciavaz.bloguepessoal.com/1/