quarta-feira, 4 de abril de 2012

QUINTA FEIRA SANTA

.
.




Nas tuas doces mãos
colocas o Pão do amor.

Olhas enternecido para os teus,
fitas neles o teu olhar,
e em cada um deles,
vês um de nós,
daqueles que agora existem,
e os mais que hão-de vir.

Docemente,
em oração profunda,
proferes as palavras,
que tornam em Ti o pão,
que fazem do vinho o teu Sangue!

Oh que sublime momento,
em que dando-lhes o Pão a comer,
o Vinho abençoado a beber,
lhes abres o coração,
fazes-Te para todos alimento.

«Quem comer deste Pão,
quem beber deste Vinho,
terá a vida eterna»,
dizes Tu,
olhando-nos nos olhos,
estendendo-nos a tua mão,
num sussurro de mansinho,
feito de Palavra terna.

E eu,
ali presente,
no Pedro, no João,
no André,
um nada que ninguém vê,
a não ser o teu coração,
que me acolhe docemente,
que me aperta e me ama,
de um modo tão ingente,
que me faz acreditar,
e torna a minha incerteza
numa inabalável fé.

Sim,
é verdade,
eu estive na Última Ceia,
dela participo em cada dia,
em que saindo das dúvidas,
me entrego todo inteiro,
na Santa Eucaristia.



Monte Real, 04 de Abril de 2012
.
.

8 comentários:

Maria disse...

Lindo poema...
Abraço
Maria

Paulo disse...

Um poema sentido e muito profundo. Todos nós "lá" estivemos e continuamos a estar todos os dias, até ao fim dos nossos dias, nesta passagem curta, que deveriamos aproveitá-la mais, amando o próximo, tal como a nós mesmos. O "caricato" é que muitas vezes nem a nós mesmo nos amamos, profanando o nosso corpo e a nossa alma com situações que nos afastam d`Ele.
É um ato de fé, acreditar no corpo e sangue de Cristo, na Santa Eucaristia.

Concha disse...

Um excelente poema.
Bom Tríduo Pascal.
Abraço na Paz de Cristo

Utilia Ferrão disse...

Lindo amigo Joaquim.
E que prazer estar nessa ceia que foi, é e será sempre um brilhante banquete aonde fui, vou e irei sempre se Deus quiser alimentar-me e procurarei que Deus me coloque nas mãos sempre um naco de pão para que não deixe morrer aqueles que não se sentem convidados e assim Ele os possa saciar.
Talvez não tenham estado presentes connosco à mesa mas presentes no meu coração estiveram e também no de Jesus e talvez um dia eles sintam essa fome de Deus de sede espiritual
Desejo uma Santa Páscoa
Abraço em Cristo

joaquim disse...

Maria, obrigado!

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Obrigado paulo pelo teu comentário.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Obrigado Concha.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Obrigado Utilia.

É uma "refeição" a que nunca devemos faltar!

Um abraço amigo em Cristo