terça-feira, 6 de novembro de 2012

CAMINHO DE CONVERSÃO 18

.
.

 
 
 
 
Domingo, 8 de Fevereiro de 2004
 
Obrigado, Senhor, por mais este dia, por mais este Domingo em que não tendo pensado em Ti tanto como queria e devia, sei que Tu sempre me tiveste no Teu coração, no Teu amor. Obrigado Deus de bondade infinita.
 
Obrigado, Senhor, porque hoje nas Vésperas me deste a ler e meditar esta frase de Santo Agostinho: «Sabei que também vós, que renunciaste a este mundo saístes do Egipto.»
 
Com efeito, Senhor, aquele povo, ouvindo a Tua voz, abandonou o mundo em que vivia, e que apesar de todas as dores e humilhações era, aos olhos humanos, um mundo seguro, uma vida estável, para se lançar na “aventura” de Te seguir, de fazer a Tua vontade, procurando-Te incessantemente.
Tantos anos de tribulações, de provações, de adversidades, de medos, de fraquezas, de pecados, até de Te renegar, Senhor, e Tu nunca lhes faltaste com nada do que eles verdadeiramente precisavam.
 
Assim é, Senhor, quando decidimos seguir-Te na nossa vida, abandonando as “certezas” do mundo, para aceitarmos a Tua vontade, confiando e esperando, temos a certeza de que Tu nunca nos abandonas.
 
Não é uma vida fácil e sem tropeços, mas acreditamos que Tu nunca nos faltas com aquilo que verdadeiramente precisamos, e que nos momentos difíceis ali estás, para nos matar a sede e nos alimentares as forças que nos vão faltando.
Sabemos que, apesar de fracos como somos nos afastarmos de Ti tantas vezes, Tu não nos abandonas e permaneces fiel ao nosso lado e em nós.
 
Glória a Ti, Senhor, Deus de bondade infinita.
Eu creio em Ti, eu confio em Ti, eu espero em Ti, Senhor!

 
 
 
Nota:
 
Regresso hoje aos textos que, ao longo de um tempo particularmente dificil da minha vida, fui escrevendo como caminho de conversão á procura de Deus.
Aqui copio a nota que em 18 de Fevereiro de 2009, coloquei no primeiro texto, como explicação do mesmo.
 
«Inicio assim a transcrição o mais fiel possível de alguns escritos que naquele tempo praticamente todas as noites, escrevia como reflexão.
Não o faço com outro intuito que não seja dar a conhecer um caminho de conversão que poderá ajudar alguém a caminhar a sua própria conversão.
Não teve um programa preestabelecido, mas foi uma necessidade que senti diariamente de escrever para melhor me confrontar com a minha vida e com aquilo que Deus ia colocando no meu coração.
São de um modo geral coisas muito simples que todos conhecem, mas que às vezes esquecemos, complicando o que é simples.
«Em verdade vos digo: Se não voltardes a ser como as criancinhas, não podereis entrar no Reino do Céu.» Mt 18,3
«Em verdade vos digo: quem não receber o Reino de Deus como um pequenino, não entrará nele.» Lc 18,17


Coloco estes escritos nas mãos de Deus para que servindo-O possam servir aquelas e aqueles que os lerem.»

Os textos anteriores, podem ser encontrados na etiqueta "Caminho de Conversão", na barra lateral.
.
.

10 comentários:

Graça Pimentel disse...

As suas palavras são de uma serenidade que apetece reler.

Beijo amigo

Ni disse...

Ele está sempre connosco... até quando achamos não sentir. Ensina-nos, "só" por ser em nós, a virtude de esperar ser melhor e de crer que Nele seremos capazes de crescer.
Obrigada pelo caminho que ajuda a fazer...

joaquim disse...

Obrigado Graça!

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Obrigado Ni!

Um abraço amigo em Cristo

Concha disse...

Muito obrigada por esta partilha,que se percebe bem sentida e que me ajuda a crescer no amor ao Senhor.
Abraço na Paz

joaquim disse...

Obrigado Concha.

Um abraço amigo em Cristo

Blog da crisma - TT. - disse...

entao....
tudo bem com voce
so passei pra te lembrar que
ha muito tempo nao visita meu blog
crisma2012matao.blogspot.com.br
muita coisa aconteceu desde entao,
te aguardo.. rsrsrs.
Deus abençoe voce

joaquim disse...

Blog da Crisma, um abraço amigo em Cristo.

Ailime disse...

Boa tarde Joaquim,
Há momentos na nossa vida e eu falo por mim em que algo parece oscilar dentro de nós.
O Senhor na sua misericórdia nunca nos abandona. Põe-nos muitas vezes à prova mas caminha connosco. Prossigamos a nossa jornada com fé e esperança neste Senhor que tanto nos ama.
Muito obrigada pelo seu testemunho de Fé.
Ailime

joaquim disse...

É verdade Ailime, e eu posso dar verdadeiro testemunho disso mesmo.

Obrigado.

Um abraço amigo em Cristo