quinta-feira, 4 de novembro de 2010

OH POBRE CORAÇÃO

.
.
Oh pobre coração,
o meu,
que se atém a tantas coisas,
e afinal só Uma interessa.
Oh pobre coração,
o meu,
que sonha com tantas riquezas,
que afinal são só pobrezas.
Oh pobre coração,
o meu,
que se enche de orgulho e vaidade,
e afinal só se encontra,
na humilde simplicidade.
Oh pobre coração,
o meu,
que dos outros faz julgamentos
quando deveria arrepender-se,
apenas dos seus lamentos.
Oh pobre coração,
o meu,
que se quer já tão adulto,
e deveria ser tão criança.
Oh pobre coração,
o meu,
que se atormenta em desesperos,
quando deveria viver na fé,
confortar-se na esperança.
Oh pobre coração,
o meu,
tão cheio de mágoas e dores,
quando deveria viver no perdão,
e estar cheio de louvores.
Oh pobre coração,
o meu,
que fala sem nada dizer,
quando deveria prostrar-se
entregue em oração.
Oh pobre coração,
o meu,
que caminha cego o caminho,
quando deveria ver
que Ele nunca o deixa sozinho.
Oh pobre coração,
o meu,
encerrado na fatalidade,
quando deveria viver,
apenas e só na verdade.
Oh pobre coração,
o meu,
que bate neste meu peito,
que se pensa tão correcto,
e apenas é imperfeito.


Oh rico coração,
o meu,
que apesar do seu horror,
foi chamado a ser morada,
de Jesus Cristo,
o Senhor.



Monte Real, 3 de Novembro de 2010
.
.

10 comentários:

Felipa disse...

Pobre coração
o meu
pelo qual peço e suplico
a Deus
que o torne rico
de amor ao Céu...

Não resisti à rima, desculpe; bonito e sentido poema, pobres corações os nossos, entregues a tantas coisas sem importância quando só Uma, realmente, interessa.

Abraço em Cristo

malu disse...

Ah pois... e agora?

E agora no comments, não vás ficar vaidoso. Graças ao final devo tirar a carapuça para me centrar no mesmo. Que bonito Joaquim.

Abraço em Cristo e Maria.

Nova Civilização disse...

Obrigada amigo. Linda partilha!

agradeço também o comentário deixado no blog sobre a definição do dia de finados. Gostei muito. Obrigada, mais uma vez. Certa de que a vida é para além da vida assim como ensina o nosso Mestre. A ressurreição... A transformação. A Morte também é um tema que gosto muito pois por tantas dores percorremos, tantas angústias, tantas vaidades. Onde no final só uma importa. O Amor. A nossa capacidade em amar assim como Ele nos ama!

"...A Morte foi tragada pela vitória. Morte, onde está tua vitória? morte onde está teu aguilhão?" (1Cor15,54-55)

abraços fraternos,

Gisele

Alessandro Silva disse...

Parabéns pelo Blog!
Venho por esta mensagem convidá-lo a conhecer um inovador podcast de Espiritualidade e Formação.
É o CEFAScast!
Podcast são arquivos de áudio em MP3 que você pode escutar em qualquer lugar a qualquer ora!
Um material muito rico para você baixar e escutar gratuitamente!
Pode ser baixado e colocado em mp3 players, celulares, ipod's, pc, aparelho de som, etc.
E escutado quando quiser ou tiver tempo (em ônibus, filas, trânsito, esperas, caminhando, etc)
É um novo e abençoado meio de evangelização e formação!

Conheça e divulgue!
Baixe, escute e ore conosco!
E divulgue!

Acesse:
http://cefascast.blogspot.com/

Gostaria que divulgasse também no seu Blog.

Conheça também nosso blog principal:
www.missaocefas.org


Deus te abençoe!

DE MÃOS DADAS disse...

Joaquim
Que lindo, um exame de consciência que nos leva a realizar verdadeiramente o quanto somos imperfeitos e o quanto podemos com a ajuda de Deus trabalhar para atingirmos um coração de santidade.
Obrigada.
Abraço da Utilia

joaquim disse...

E fez muito bem Felipa, em não resistir à rima.

Obrigado.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Pis Malu, e agora???

Agora reconhecer que nada somos, mas que com Ele tudo podemos.

Obrigado.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Obrigado amiga Gisele, pelas tuas palavras.

Que Deus te abençoe.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Alessandro Silva

Obrigado pela visita e pela informação deixada.

Um abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Utilia

Obrigado.

Um coração de santidade é onde habita Cristo, e que, "inquilino" privilegiado, nos vai ensinando a viver o caminho de santidade.

Um abraço amigo em Cristo