terça-feira, 17 de novembro de 2009

SÓ POR ELE, SÓ COM ELE, SÓ N' ELE

.
.
O que leva cerca de duas mil pessoas a saírem de suas casas e passarem um fim-de-semana em oração, ouvindo ensinamentos sobre a Palavra de Deus e a vivência diária da fé?

O que leva um sacerdote a viajar desde a longínqua África, deixando os seus muitos afazeres, para vir pregar a essas pessoas o amor de Deus?

O que leva essas mesmas duas mil pessoas a acreditarem que algo pode mudar as suas vidas, lhes pode trazer paz e alegria e até mesmo a cura dos seus males, psíquicos e físicos?

O que leva esse mesmo sacerdote, franzino e frágil fisicamente por algumas doenças, a disponibilizar-se inteiramente para ouvir, falar e rezar, por todos aqueles que dele se aproximam, apesar de cansado pelas pregações, numa total disponibilidade da sua vida?

O que leva essas pessoas a abrirem-se à misericórdia de Deus de tal modo, que as suas vidas mudam, que de uma vida conflituosa, renasce uma vida de conciliação e amor, e que algumas delas testemunham curas físicas mesmo diante dos nossos olhos?

O que leva essas pessoas a levantarem os seus braços para louvar, para cantar, para rezar, sem respeitos nem vergonhas humanas, como a lembrar-nos: «Como se tivessem uma só alma, frequentavam diariamente o templo, partiam o pão em suas casas e tomavam o alimento com alegria e simplicidade de coração.»Act 2,46?

O que leva um homem de 44 anos, (como eu tinha então), com vinte e cinco anos de vida sem sentido, perdida nos prazeres do mundo, a mudar radicalmente todas as prioridades da sua vida e a encontrar a paz, a esperança e a confiança no meio de imensas tribulações, que longe de desesperarem ensinam a caminhar?

E a resposta é simples, muito simples, e está ao alcance de todos com muito mais facilidade que a compra de livros de uns quaisquer gurus, ou meditações profundas, ou cursos complicados de auto satisfação!
A resposta é tão só e simplesmente:

Jesus Cristo, o Filho de Deus, que se fez Homem como nós, nascido de Mulher como nós, que se alegrou e entristeceu, que riu e chorou, que comeu e teve sede, que se cansou e descansou, que falou e orou, e que no fim, por amor a todos e cada um de nós, padeceu, foi crucificado, morreu e ressuscitou, apenas e tão só por amor, para nos salvar, já, aqui e agora, porque «Ninguém tem mais amor do que quem dá a vida pelos seus amigos.» Jo 15,13
E também porque dentro do coração daqueles que acreditam há muito mais do que a esperança, há a certeza de que Ele está vivo, se entrega todos os dias nos altares em cada canto do mundo, e por isso mesmo, está sempre presente no meio de nós e em nós.
E essa certeza, essa Verdade, nada nem ninguém no-la pode tirar!

__________

Passei este fim-de-semana em Fátima, numa Assembleia do Renovamento Carismático Católico, Comunidade Pneumavita, orientada pelo Padre Alfredo Neres, Comboniano.
.
.

18 comentários:

concha disse...

Olá amigo Joaquim!
Ele mudou a tua vida,Ele mudou a minha vida e Ele muda a vida daqueles que O encontram .Para isso é necessário experimentar a precaridade, porque quando temos tudo não precisamos d'Ele.Ele sempre esteve junto de nós mas é no deserto que O deixamos entrar no nosso coração porque não estamos cheios da nossa vida "muito importante" de todos os dias.
Que Deus continue a inspirar-te para que possamos alimentar as nossas almas com a força do Espírito Santo que semprese recebe aqui aqui neste blog.
Um abraço na Paz extensivo a todos

Dulce disse...

Ah meu amigo Joaquim...confesso que não tenho palavras, apenas me vou deixando ficar a reler o que escreve. Sabe porquê? Porque apesar de me sentir tão pequenina perante o seu testemunho estou dando graças a Deus por já me ter proporcionado momentos assim em comunhão com os irmãos, testemunhando tanta coisa que só quem vai sabe o que se sente.
Obrigado por mais uma vez me deixar em estado de graça. Abraço em Cristo e Maria

teresa disse...

meu amigo joaquim , estou como a amiga dulçe , sem palavras .
é que não me saiem mesmo palavras para comentar este texto .
fico apenas a meditar e reflectir no texto que nos deixou .

beijinho

joaquim disse...

Amiga Concha, obrigado pelas tuas palavras.

Realmente só quando a atiramos fora a nossa capa, como o cego de Jericó Mc 10, 46-52, é que verdadeiramente temos o encontro pessoal com Jesus Cristo que muda sa nossas vidas.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Dulce, obrigado.

Realmente podemos falar muito, mas se não damos testemunho do que falamos de pouco valem as palavras.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Teresa, obrigado.

O texto é reflexão interior minha que partilho com os outros para sua reflexão.

Fico feliz por estas pobres palavras suscitarem essa reflexão.

Abraço amigo em Cristo

Pedra Viva disse...

Olá Irmão Joaquim,

Venho agradecer o seu comentário deixado no nosso blog do grupo Carismático "Pedra Viva".

Por acaso já tínhamos visitado o seu blog :).

A partir de hoje iremos estar mais atentos.

Um abraço,
O Grupo Pedra Viva.

joaquim disse...

Caros irmãos do grupo de oração Pedra Viva

Obrigado pela visita!

Cá vos espero sempre de braços abertos.

Os textos aqui colocados estão à vossa disposição.

Abraço amigo em Cristo

Canela disse...

"O que leva...?"

Um grande arebatamento de amor. Um amor de DEUS por cada um de nós.

A "loucura" da Cruz!

Quando me decido a contemplar a Cruz, a abrir o meu coração sem reservas... sou arrebatada também sem reservas!

Tenho saudades do Pe. Alfredo Neres, é um misto de frágil e fortaleza...

Beijinho fraterno

malu disse...

Joaquim,

E eu que não conheço o Pe. Alfredo Neres, mas já ouvi falar, fico cheia de pena de não ter feito esse retiro.

O padre James Manjackal virá em Dezembro. Também gostarás de conhecê-lo se puderes ir.

Abreijos em Cristo e Maria.

DE MÂOS DADAS disse...

Amigo Joaquim
Vejo mesmo que os caminhos de Deus são unicos e alguns como eu encontram-se nas encruzilhadas...
Pode ser que um dia destes Ele me chame também a viver "Essas Coisas"
Por enquanto vou vos seguindo por atalhos
No entanto o meu coração vibra ao ver tanta tanta fé.
Força nEle e por Ele com obra e abra que não morra
Abraço em Cristo

joaquim disse...

Amiga Canela

Obrigado pelas palavras que aqui deixas e são testemunho da fé que vives.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Olá Malu

Pois não conheces, mas podes conhecer um pouco se encomendares à Pneuma o livro dele que foi posto à venda nesta Assembleia e que te digo vale muito a pena ler.

Ui, o mês de Dezembro!!!!

Mas uno-me em oração.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Utilia

Todos nós minha amiga estamos em encruzilhadas!

O que é preciso unicamente é querer com o coração encontrar o caminho, porque Ele que lê o nosso coração fará o resto, ou seja, dá-nos a bussola e a força para caminharmos.

E caminharemos todos juntos, porque este é o caminho que nunca se deve fazer sozinho.

Que Deus te abençoe.

Abraço amigo em Cristo

Maria disse...

Como Deus é Bom!
Maria

joaquim disse...

É verdade, Maria, é verdade!

Abraço amigo em Cristo

Mari disse...

Oi querido joaquim!

Vim suprir minha falta com vc.
Espero que esteja bem, em paz e que bom este encontro em Fátima! Boa semana, bjs, mari!
Reze por mim,sempre preciso.

joaquim disse...

Olá Mari, sê bem aparecida!

Não sei a que falta te referes, pois acho que não há falata nenhuma.

Estou bem graças a Deus e peço-lhe que te abençoe.

Rezo por ti, com certeza.

Abraço amigo em Cristo