segunda-feira, 18 de junho de 2007

MAIS DAR, QUE RECEBER

As minhas mãos estão assim, abertas para Ti.
No fundo de mim, o meu desejo é que estas mãos, dêem mais do que recebem.
Mas como posso eu dar, se tantas vezes não recebo de Ti?
Não porque Tu não me queiras dar, Senhor, mas porque eu, convencido, arrogante, julgo que de nada preciso, ou que Tu já me deste tudo.
Pobre de mim, nada sou, nem vida teria, Senhor, se não ma desses todos os dias.
Por isso, Senhor, perdoa, porque tantas vezes dou apenas do meu orgulho, e isso para nada serve, nada toca, nada constrói, mas apenas me faz mais só, mais longe de Ti.
Concede-me a graça, Senhor, de saber, que nada sei, se não me vier de Ti; de ser mudo, na minha expressão, mas anunciador, do Teu Amor; paralítico no meu andar, se não fores Tu, a me encaminhar; morto em todo o meu ser, se não fores Tu, em mim a viver; não ter nada para dar, se de Ti, não quiser receber.
Então sim, Senhor, as minhas mãos abertas assim, poderão receber de Ti, ser mais dispostas a dar, do que apenas receber, deixar de me considerar, para a Ti, todo pertencer.

14 comentários:

anawîm disse...

É, amigo Joaquim... também temos que aprender a acolher o amor do nosso Deus...
Acolhe-l'O em nós... até transbordar... até ser impossível para nós escondê-l'O por mais tempo... transbordar Deus para todos os que nos rodeiam...

malu disse...

Gostei de ler Joaquim.
Só de mãos vazias, Ele no-las enche.
Só sendo nada, Ele pode ser tudo.
Anularmo-nos. Nada, silêncio, escuta, espera... Tu sabes e bem o dizes, mas ainda assim, não 'anulo' o comentário. Eh eh

Abrençãos.

Fa menor disse...

Que as tuas mãos estejam sempre abertas para dar!

Obrigada pelo teu carinho.

Fa-

joaquim disse...

Anawîm, companheiro amigo de oração, quisera tanto que na minha vida fosse verdade a frase de João Baptista:
«Ele é que deve crescer, e eu diminuir» Jo 3,30
mas ainda existe tanto orgulho em mim.

Abraço forte em Cristo

joaquim disse...

Amiga Malu, "professora" paciente e dedicada, ainda bem que não anulaste o comentário.

Que podemos nós acrescentar, a não ser a nossa entrega, àquilo que Ele nos quer dar?

Só esvaziando-nos, Ele nos pode encher!

Obrigado.

AbraçemCristo

joaquim disse...

Carissima Fa

Às vezes fecham-se porque as fecho com o meu, ainda, egoismo.

Mas com a Sua graça, vou-as abrindo cada vez mais a Ele, para que se sirve delas como for Sua vontade.

Não tens que agradecer. Fazes o mesmo pelos outros, onde estou incluido, quando desejas o bem para eles.

Abraço em Cristo

Cabral-Mendes disse...

Também tenho consciência de que, não fora Jesus ter-me recolhido à Sua Sombra, nada tinha feito na vida, nada tinha conseguido... a Ele devo tudo o que sou... resta-me pôr a render os talentos que Ele me deu... que são d'Ele, não meus...

Maria João disse...

Sinto cada vez mais que devo entregar as minhas mãos vazias a Jesus.

Questiono-me muito sobre o que Ele quer de mi. Já percebi algumas respostas, vejo que as coisas se vão configurando, resta saber aonde vou parar.

Eu confio na Sua Vontade. Não é fácil dizer faça-se a Tua Vontade e não a minha. Mas, com a oração, a missão e o tempo, vamos aprendendo a fazê-lo mais vezes.

beijos em Cristo

joaquim disse...

Caro Cabral-Mendes

A nossa ventura é que Ele está atento às nossas vidas e nunca desiste de nós.
E quando colocamos os talentos que Ele nos concede ao Seu serviço, servindo os outros Ele vai "aumentando" em nós a Sua presença.

Obrigado.
Abraço em Cristo

joaquim disse...

Olá Maria João

Esse é o ponto de partida: confiar na Sua vontade.
E por vezes é tão dificil!
Mas quando menos esperamos, de repente, por um facto, por uma pessoa, por alguma coisa Ele responde às nossas perguntas e dá-nos "pistas" para abraçarmos a Sua vontade.
Como tu fazes na tua entrega em oração.
Abraço em Cristo

Pi disse...

Caro Joaquim

É sempre com muito gosto que te visito e leio as tuas palavras.

Temos que ir sempre a Deus, Fonte de graça, para depois sermos instrumentos nas Suas mãos, e transmitir aqueles que nos rodeiam, a alegria de sermos filhos e amados por Deus.

Abraço em Cristo
PBP

joaquim disse...

Caro Pedro

Neste dia em que vivi uma grande tristeza que foi ao mesmo tempo uma grande alegria, foi muito bom encontrar-te aqui novamente.
Obrigado pelas tuas palavras.

«A quem havemos de ir Senhor, só Tu tens palavras de vida eterna».

Abraço em Cristo

antonio disse...

A Malu roubou-me as palavras... por isso vou por outro ângulo, para receber tenhamos as mãos vazias do muito que demos aos outros, só assim honraremos o muito que Ele nos dá.

joaquim disse...

Caro António

A Malu é assim...

Compreendo-te e concordo contigo.

Ao darmos tudo, Ele nos encherá de mais.

Só ao darmo-nos fazemos a Sua vontade.

Abraço amigo em Cristo