sexta-feira, 18 de maio de 2007

O LOUVOR LIBERTA !

«A multidão amotinou-se contra eles; e os estrategos, arrancando-lhes as vestes, mandaram-nos açoitar. Depois de lhes terem dado muitas vergastadas, lançaram-nos na prisão, recomendando ao carcereiro que os tivesse sob atenta vigilância. Ao receber tal ordem, este meteu-os no calabouço interior e prendeu-lhes os pés no cepo.
Cerca da meia-noite, Paulo e Silas, em oração, entoavam louvores a Deus, e os presos escutavam-nos. De repente, sentiu-se um violento tremor de terra que abalou os alicerces da prisão. Todas as portas se abriram e as cadeias de todos se desprenderam.
Acordando em sobressalto, o carcereiro viu as portas da prisão abertas e puxou da espada para se matar, pensando que os presos se tinham evadido. Paulo, então, bradou com voz forte: «Não faças nenhum mal a ti mesmo, porque nós estamos todos aqui.» O carcereiro pediu luz, correu para dentro da masmorra e lançou-se a tremer, aos pés de Paulo e de Silas.
Depois, trouxe-os para fora e perguntou: «Senhores, que devo fazer para ser salvo?» Eles responderam: «Acredita no Senhor Jesus e serás salvo tu e os teus.» E anunciaram-lhe a palavra do Senhor, assim como aos que estavam na sua casa.
O carcereiro, tomando-os consigo, àquela hora da noite, lavou-lhes as feridas e imediatamente se baptizou, ele e todos os seus. Depois, levando-os para cima, para a sua casa, pôs-lhes a mesa e entregou-se, com a família, à alegria de ter acreditado em Deus.» Act 16, 22-34


«Paulo e Silas, em oração, entoavam louvores a Deus», ou seja, Paulo e Silas perante a sua dificuldade nada pediam a Deus, mas louvavam-No por todas as coisas.
A Oração de Louvor liberta!!!
Esta é uma verdade que tantos estudiosos da Palavra, proclamam!
E esta libertação, não é muitas vezes a resolução do problema, mas sim o aceitar da vontade de Deus, louvando-O pela dificuldade, e por isso mesmo a “prisão” constituída por essa mesma dificuldade, deixa de existir.
Por isso Paulo e Silas não fogem a correr da cadeia, mas ficam ali mesmo, pois já não estão presos, nenhuma cadeia os pode prender, porque estão livres por graça de Deus.
Diz alguém que a Oração de Louvor toca, enternece o coração de Deus.
Livres pela Oração de Louvor, cheios da graça de Deus, ficamos prontos para proclamar a Palavra, «E o Senhor aumentava, (aumentará), todos os dias, o número dos que tinham entrado, (entrarão), no caminho da salvação.» Act 2, 47b

21 comentários:

Tiago Almeida disse...

olá joaquim
vim visitar-te
deixo-te um abraço

antonio disse...

Podemos (devemos) louvar o Senhor, mas para esta oração precisamos de uma fé igual à de Paulo e Silas!

joaquim disse...

Obrigado Tiago pela visita.
Brevemente também te irei visitar.
Abraço em Cristo

joaquim disse...

Caro António
Obrigado pela visita.
O extraordinário desta oração de louvor, é que não sendo ela uma oração de petição, "não exige" "grande fé", mas sim uma entrega à vontade de Deus, uma aceitação daquilo que se está a viver e mais do que isso louvar o Senhor por isso mesmo.
É essa oração de louvar o Senhor mesmo pelas "contrariedades" que "move" o coração de Deus que por Sua graça nos liberta, umas vezes das próprias "contrariedades", outras vezes nos liberta dando-nos forças para as vivermos, e não ficarmos "prisioneiros" delas.
Pode ser um pouco confuso o que escrevi, mas já tive a experiência do que acabo de dizer, e talvez não consiga transmitir aquilo que então e ainda vivo.
Abraço amigo em Cristo

antonio disse...

Concordo contigo. Mas por vezes rezamos com mais fervor quando temos algo a pedir. É mais fácil olhar para Deus nos momentos mais difíceis.

Eu era uma ovelha tresmalhada e no momento da morte de um ente querido, quando percebi que este havia partido, senti a presença de Deus como nunca antes. Não percebi bem o que se tinha passado (durante tempos racionalizei sobre o que me havia acontecido). Só mais tarde me consegui refazer e aceitar.

Só quem tem fé louva o Senhor sem nada lhe pedir em troca, por pura alegria e reconhecimento por tudo o que nos tem dado.

joaquim disse...

Caro António

Claro que sem Fé, como muito bem dizes, não será possivel louvar o Senhor, confiando totalmente no Seu amor, confiando totalmente que Ele sabe bem o que é melhor para as nossas vidas.
A oração de louvor, que por graça de Deus é hoje permanência na minha vida, é, e tem sido um caminho extraordinário da presença de Deus na minha vida, ao fim de tantos anos de afastamento.
Assim que Ele quiser e me inspirar, irei colocar textos sobre a oração de louvor, sobretudo como ela é vivida no Renovamento Carismático Católico, que é de onde vem a minha "experiência".
Obrigado António pelas tuas visitas e sobretudo as achegas que me/nos vais dando.
Abraço amigo em Cristo

Ver para crer disse...

A Fé em Deus torna presente a Sua Graça.
Um abraço.

André Alves Correia disse...

O que mais me toca nesta passagem dos Actos dos Apóstolos é a conversão do carcereiro, que vive a "alegria de ter acreditado em Deus".

Quantas vezes, por norma nos momentos mais difíceis, nos deixamos contagiar por esta Graça?

Abraço forte.

anawîm disse...

Bendito seja este nosso Deus que pelo Espírito Santo, nos inspira a louvá-l'O com gemidos inefáveis...

um abraço neste Espírito de Deus,caro joaquim

Cabral-Mendes disse...

Curioso que, de comum, pelo menos temos a nossa conversão a Jesus Cristo. Por mim, foi um autêntico milagre que aconteceu na minha vida, pois andei perdido muitos anos e, embora fraco, pois "caio" muitas vezes nas mais diversas tentações, tento ser no meu dia-adia mais forte... mas é tâo difícil! Até me parece que quanto mais puro quero ser, mais tentações se me erguem à frente de mim... deve ser o tentador, a ver se me perde...
Mas a Graça de Deus é algo que deve descer sobre nós, muitas vezes sem termos feito nada para tal. Como se Deus tivesse compaixão e pensasse: já sofreste muito, vou levantar-te do chão! Creio bem que foi o que aconteceu na minha vida. Pese embora o facto de considerar que devemos estar atentos aos "pequenos" milagres que acontecem no nosso quotidiano, autênticas intervençõs de Deus na nossa vida...

Mas, para acaber como comecei, constato, através dos seus escritos (digo-o sem lisonja) que o meu amigo é muito mais perfeito do que eu. Mais santo...

Um abraço!

sedente disse...

Vem Espírito Santo, enche-nos do fogo do teu amor!
abrç+

Maria João disse...

É mesmo. Há que louvar Deus Pai! agradecer-lhe pelo que nos dá.

Por que razão as nossas orações só devem ser pedir, pedir?
Todos gostamos de um obrigado e d uma palavra amiga sem ser preciso pedir nada em troca. O Pai também gosta...


beijos em Cristo

joaquim disse...

Caro padre amigo do "ver para crer"

Obrigado pela visita.
Um dia num Grupo de Oração de jovens e depois de termos invocado o Espírito Santo um dos presentes, (que não é pessoa de conhecimentos doutrinais/teológicos), proferiu a seguinte frase:
«O prémio da confiança é a graça».

Abraço em Cristo

joaquim disse...

Caro André, meu amigo

Para mim beleza da vida cristã é descobrir a Sua graça em todas as coisas e maravilharmo-nos com a Sua presença constante, fiel e o que Ele faz em nós.

Abraço forte em Cristo

joaquim disse...

Meu caro Anawîm

O teu espaço é um oásis de paz. A música leva-me à quietude, à serenidade e os teus textos levam-me sempre à oração.

No Espírito Santo, oro por todos nós, com os gemidos inefáveis, que não entendo, mas são oração Sua.

Abraço em Cristo

joaquim disse...

Caro Cabral-Mendes

Obrigado pela visita sempre amiga.
Ah meu caro, sinto tanto isso na minha vida.
As tentações que não param e irrompem em todos os momentos.
mas demos graças a Deus, porque se Ele deixa que sejamos provados é porque nos deu forças para resistirmos.
Um dia numa grande provação/tentação, voltei-me para Ele e disse-lhe quase "zangado":
Não achas que já chega!
E Ele suavemente respondeu no meu coração:
«Se muito te provo é porque muito te amo.»
Meu caro Cabral-Mendes, nem de perto, nem de longo sou mais do que quem quer que seja, a não ser talvez o mais pecador.
Mas caio e levanto-me e vou aprendendo, sobretudo com o Santo Padre Pio, a não ligar às minhas quedas, mas sim ao meu levantar.

Abraço apertado em Cristo

joaquim disse...

Ah sim, Sedente.

Vem Espírito Santo, enche-nos de Ti, baptiza-nos, lava-nos, purifica-nos, liberta-nos, cura-nos, transforma-nos, converte-nos, ilumina-nos, guia-nos, porque sem Ti nada somos.

Obrigado Sedente.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Amiga Maria João

Obrigado pela visita e pelas tuas palavras.
Sabes que quando as lia vinha ao meu coração a frase, (mais ou menos assim):
«Não obtendes o que pedis porque não sabeis pedir»
e que então a resposta a esta frase seria:
"Pedi, louvando, ou melhor, louvando, estás a pedir."
Quando somos crianças e queremos obter qualquer coisa de nossos pais usamos normalmente dois métodos:
Agradar-lhes e perseverar no pedido.
Louvar e perseverar no louvor.

Abraço amigo em Cristo

malu disse...

O louvor, a oração a partir da qual todas as outras começam e que tudo tem mudado em mim e na minha vida. Como te agradeço Joaquim, os livros indicados e os ensinamentos dados, que deixaste atrás neste Blog que já chamei (todo ele) de louvor.

Esperemos então pelos próximos. Até lá, muito obrigada!

Abraços.

joaquim disse...

Olá Malu
Espero que o intervalo tenha sido bonançoso.

O Louvor é a alma, o coração, que se levanta para o Criador, para o Amor, para Lhe dizer que Ele é tudo e nós não somos nada, mas que por Sua graça as nossas vidas se enchem da Sua presença.

Quando se dá recebe-se, por isso obrigado Malu, porque me ajudas a procurar cada vez mais o Louvor, a viver no Louvor.

AbraçemCristo

Anónimo disse...

Creio em JESUS como meu Salvador, leio a Bíblia e oro mas no momento não frequentou nenhuma igreja evangélica. Há uma semana, estava com um parente de 27 anos infermo no hospital com uma doença sem cura, ele me disse eu não quero morrer; A porta do quarto estava fechada e eu disse pra ele posso cantar? Ele me respondeu sem questionar pode! Daí, comecei a cantar várias músicas gospel e orar por ele. Nesse mesmo dia, ele foi transferido pra outro hospital, após o internamento eu e minha irmã fomos embora, pois não podíamos ficar, horas mais tardes recebemos ligação do hospital dizendo que o quadro dele tinha se agravado e veio a óbito. Acredito que DEUS me usou em louvores naquele momento e através do seu poder libertou meu primo dos pecados e o salvou. Essa e minha esperança! O que o Senhor acha de minha história? Desde já Agradeço e Parabenizo pelo Blog.