segunda-feira, 12 de agosto de 2013

JESUS CRISTO ROMPEU O TEMPO MORTAL

.
.
 

 
 
 
 
 
 
«Cristo, por ter ressuscitado, abriu uma brecha no muro do tempo mortal», frase do livro "A fonte da Liturgia» de Jean Corbon.
 
 
Desde que li esta frase, o meu entendimento sobre a presença real de Jesus Cristo na Eucaristia, bem como a sua frase, «E sabei que Eu estarei sempre convosco até ao fim dos tempos.» Mt 28, 20, passou a ser bem mais perceptível, não só pela fé, mas também pelo entendimento.
 
Com efeito, tendo Jesus Cristo morrido e ressuscitado, quebrou a cadeia do tempo mortal, do tempo do mundo, e, pela sua ressurreição, vencendo a morte, tornou-se presente para sempre.
 
Percebo então melhor a frase dos anjos para as mulheres na manhã do Domingo da Ressurreição, «Porque buscais o Vivente entre os mortos?» Lc 24, 5
 
Deus é dono do tempo e por isso mesmo só Ele pode romper o tempo e tornar eterno o que se tornou finito.
O homem criado «à imagem e semelhança de Deus», foi criado para não conhecer a morte, mas pelo pecado ficou sujeito à lei da morte, por isso o homem passou a “conhecer” o nascer, o viver e o morrer. Morrer que seria para sempre.
 
Mas o Pai, que ama o homem que criou com todo o seu infinito amor, quis libertá-lo do pecado, e, portanto, da morte.
Poderia tê-lo feito como muito bem Lhe aprouvesse, mas quis tornar-se sinal visível aos olhos e coração do homem, e por isso, enviou o seu Filho Jesus Cristo, para encarnar numa mulher e em tudo se tornar igual ao homem, excepto no pecado.
 
E quis ainda “ir mais longe”, permitindo a morte do seu Filho, para depois O ressuscitar, para que aqueles que acreditam percebam que a morte foi vencida, e que o homem não morre mais, mas passa da morte à vida, para a salvação ou condenação eternas.
 
 
 
Marinha Grande, 12 de Agosto de 2013
Joaquim Mexia Alves
.
.

4 comentários:

Maria S disse...

Muito bonito este texto, como todos os que são postados neste blog.
Inspirados certamente pelo Espírito Santo.

joaquim disse...

Muito obrigado pelas suas palavras, Maria S

Assim espero que sejam.

Um abraço amigo em Cristo

Fernando Brites disse...

Sempre que participamos na Eucaristia, "espreitamos" para fora do tempo e recebemos a luz divina através dessa brecha no muro do tempo.

joaquim disse...

É verdade Fernando!

Obrigado pela achega.

Um abraço amigo em Cristo