domingo, 13 de abril de 2008

PARA TI, MINHA IRMÃ QUERIDA...

Minha querida irmã Belinha, minha madrinha que testemunhaste a graça do meu Baptismo, que me tornou filho de Deus, templo do Espírito Santo.
É hoje o dia do teu aniversário, e se a saudade aperta e a recordação ainda dói, elas são mitigadas pela certeza de acreditar que te encontras na casa do Pai, onde a festa da Vida é constante, onde só o Amor prevalece.
O Senhor na Sua infinita sabedoria chamou-te para junto dEle, porque queria precisar, seguramente, que intercedesses por nós, mais fracos e pobres que tu, no modelo que eras e continuas a ser, de alegria, de bondade, de mãe dedicada, de entrega aos outros e sobretudo, de testemunha do Evangelho, discípula de Cristo.
Não preciso de te pedir que peças por nós, porque tu o fazes certamente a todo o momento.
Pede-lhe que nos ilumine, que nos dê forças de entendimento, de acolhimento, para que sejamos a família que nossos pais, juntos contigo nessa felicidade eterna, sempre sonharam, sempre quiseram, sempre desejaram.
Obrigado minha irmã, porque te recordo na força da tua perseverança na fé, vivendo as imensas provações que o Senhor na Sua imensa sabedoria te permitiu passasses nesta vida e tu tão bem soubeste entregar pelos outros.
Como dizia o poeta:
«Se lá no assento etéreo onde subiste
memória desta vida se consente...»
pede por nós eternamente
para que a vida aqui na terra
seja abundante,
na esperança de um dia podermos ver,
o que já viste...

8 comentários:

Ecclesiae Dei disse...

Eis uma das belezas de nossa fé: saber que pela Comunhão dos Santos, temos nossos queridos intercedendo por nós!
Apesar da saudade nunca diminuir, e da ferida em nosso coração pela falta não cicatrizar, temos a fé de estar sendo agraciados por suas intercessões, e a esperança de um encontro, no céu, um dia!
Abraços!

AMexiaAlves disse...

Gostei muito e... ela também. às vezes ponho-me a pensar:Neste momento, que estarão aqueles quatro a falar? De nós, seguramente e, com certeza, acabando por afirmar ao Senhor de quaja face contemplam: Olha que eles, a maior parte das vezes, não sabem o que fazem!

Leonor disse...

Obrigada Tio, está muito bonito. A minha mãe deve estar contente. Um beijo com ternura

joaquim disse...

Obrigado amigo João pela tua visita e pelas palavras que aqui deixaste.

Abraço amigo em Cristo

joaquim disse...

Pois é António, tens razão, muitas vezes não sabemos mesmo o que fazemos...

Abraço meu irmão e padrinho

joaquim disse...

Um beijo Leonor, cheio de ternura.

Fa menor disse...

Só tu para me colocares lágrimas nos olhos...

Sabes que neste momento me fizeste lembrar o meu querido irmão e padrinho que também tenho junto de Deus...

Sei que esses nossos queridos olharão por nós que ainda peregrinamos

Beijinho em Cristo

joaquim disse...

Amiga Fa

Temos intercessores no Céu e isso é causa de alegria, por isso esta saudade é uma saudade feliz!

Abraço amigo em Cristo