segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

9º Dia da Caminhada do Advento

.
.

O Evangelho de hoje, Lc 5, 17-26, narra a “cura do paralítico”.

Esta cura é descrita nos três Evangelhos sinópticos, dos quais realço hoje, os seguintes versículos.

Mt 9,2 – Apresentaram-lhe um paralítico, deitado num catre. Vendo Jesus a fé deles, disse ao paralítico: «Filho, tem confiança, os teus pecados estão perdoados.»
Mc 2,3-5 – Vieram, então, trazer-lhe um paralítico, transportado por quatro homens. Como não podiam aproximar-se por causa da multidão, descobriram o tecto no sítio onde Ele estava, fizeram uma abertura e desceram o catre em que jazia o paralítico. Vendo Jesus a fé daqueles homens, disse ao paralítico: «Filho, os teus pecados estão perdoados.»
Lc 5,18-20 – Apareceram uns homens que traziam um paralítico num catre e procuravam fazê-lo entrar e colocá-lo diante dele. Não achando por onde introduzi-lo, devido à multidão, subiram ao tecto e, através das telhas, desceram-no com a enxerga, para o meio, em frente de Jesus. Vendo a fé daqueles homens, disse: «Homem, os teus pecados estão perdoados.»

Percebemos então que há uns homens, (seriam quatro), que trazem um paralítico a Jesus, para que Ele o toque, para que Ele o cure.
Percebemos também que os homens têm dificuldades em levar o paralítico à presença de Jesus.
Está muita gente, não conseguem passar, há dificuldades várias, mas eles não desistem, sobem ao tecto, abrem caminho e descem o paralítico até Jesus.
É ainda importante repararmos que, (pelo menos os textos não o dizem), os homens nada disseram, nada pediram, “limitando-se” a apresentarem o paralítico a Jesus, na convicção de que Ele sabia muito bem o que o homem precisava, e que faria o que Lhe aprouvesse e fosse melhor para aquele homem.
Perante tudo isto, Jesus sente e confirma a fé daqueles homens, levando-nos no entanto os textos a percebermos, que a fé estará naqueles que apresentam o paralítico a Jesus, e não nele próprio.
Ao “ver a fé daqueles homens”, como nos dizem os textos, Jesus trata primeiro de curar a vida interior daquele homem, perdoando-lhe os pecados, para depois, e perante a murmuração e incredulidade dos outros e muito provavelmente ainda do paralítico, o curar da doença física.
Mais vale entrar no Céu “paralítico”, do que ir para o Inferno a “correr”!
O homem tem agora uma vida nova!
Perdoado dos seus pecados, e curado da paralisia, pode agora caminhar interiormente e exteriormente, dando testemunho da graça que Jesus nele derramou.
Mas esta cura, interior e exterior, foi possível, para além da graça de Deus, porque houve alguém que levou o homem, que intercedeu pelo homem junto de Jesus.
Aqueles homens intercederam pelo “doente”, não desistindo perante as dificuldades!
Foram constantes, perseverantes e não se importaram se o homem tinha ou não fé em Jesus Cristo!
Esse era um problema que Jesus resolveria, bem como a cura da doença física!


É sublime a missão que o Senhor nos dá de intercedermos uns pelos outros!

E nesta caminhada do Advento o Senhor chama-nos a atenção que esta não é, nem pode ser, uma caminhada solitária.

Somos chamados a interceder pelos outros, a levá-los pelo nosso testemunho de vida ao encontro de Jesus, ao encontro do Deus Menino, que quer nascer nos corações dos homens.
E lembrarmo-nos que a nossa parte é levar os outros a Jesus, pela nossa intercessão em oração, pelas nossas palavras sensatas e oportunas, acompanhadas de um testemunho de vida cristão e católico, porque tudo o resto será o Senhor a fazer pela graça do Seu amor.

Senhor Jesus, que vens ao nosso encontro fazendo-Te um como nós, ensina-nos a também nós nos sabermos dar aos outros em amor.
Ensina-nos, Senhor, a orar por eles, por aqueles que ainda não Te conhecem.
Ensina-nos, Senhor, as palavras certas que movam os seus corações ao Teu encontro.
Ensina-nos, Senhor, nas nossas fraquezas, a darmos testemunho vivo e verdadeiro da Tua presença nas nossas vidas.
Ensina-nos, Senhor, a sermos perseverantes na oração, fiéis na palavra e constantes no testemunho.
Tudo para Tua honra e glória, Senhor.
Amen

Amanhã continuamos a nossa Caminhada do Advento com a Fa, no Partilhas em Fa menor
.
.

14 comentários:

Alfa & Ômega disse...

Que belo post e certamente muito do agrado das exigências de Pe. jac. Eu destaco a atitude dos homens que ajudaram a por o paralítico na frente de Jesus. Percebes o imenso trabalho que tiveram? Abrir caminho na multidão, depois levantá-lo pelo teto? A comunidade é ação de ajuda para cada um de nós. Os que tiveram todo o trabalho, não pediram nada pq eles eram mansos e humildes de coração. Eles tinham fé. Parabéns, Joaquim.

Felipa disse...

Sem dúvida um belo texto, baseado na Palavra...
Paralíticos de mente, também nós assim andamos muitas vezes, sem coragem de procurar Jesus...
Obrigada pela partilha, está muito bom
Abraço

Pe. JAC disse...

Obrigado Joaquim pelo post de hoje pelo comentário no meu blogue. Não me sinto nem de perto nem de longe dono da NOSSA caminhada. Fiz uma sugestão para todos acerca da centralidade da Palavra... Como diz o OUTRO "quem tem ouvidos que oiça".
Obrigado por esta fonte que jorra da Palavra, que é sempre encontro com o Verbo, e nos faz solidários, atenciosos e próximos.
Continuamos a caminhar à luz do Senhor e em paz!

Pe. JAC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dulce disse...

Muito bela esta partilha.
Obrigad Joaquim.
Abraço amigo em Cristo

RETIRO do ÉDEN disse...

Irmão Joaquim,
«Foram constantes, perseverantes e não se importaram se o homem tinha ou não fé em Jesus Cristo!
Esse era um problema que Jesus resolveria, bem como a cura da doença física!»

«Senhor Jesus, que vens ao nosso encontro fazendo-Te um como nós, ensina-nos a também nós nos sabermos dar aos outros em amor.»

Muito belos estes apontamentos que TODOS deveríamos seguir.
Obg. por mais um dia de caminhada acompanhada pela Palavra Bíblica/Evangelho.
Que Deus nos ilumine o caminho para estarmos sempre com ELE.
Abraço de agradecimento.
Mer

Fa menor disse...

Que assim seja, amigo Joaquim. Saibamos ser uns para os outros caminho que leva ao Senhor, agora e sempre.

Abraço em Cristo que nos é presença viva.

Nova Civilização disse...

Amigo Joaquim,

"...porque tudo o resto será o Senhor a fazer pela graça do Seu amor..."

mais uma bela partilha. Obrigada!

O Amor princípio, meio e fim de tudo...

Ensina-nos, Senhor, a amar com o seu coração, a olhar com o seu olhar a nos entregar cada vez mais ao seu amor...,

obrigada

abraços fraternos,

Gisele

DE MÃOS DADAS disse...

Amigo Joaquim.
Sinto-me um bocadinho coxa aqui dum pé...só um bocadinho.

O que me alegra aqui nesta tua estação de serviço aonde me venho abastecer nesta caminhada é:

A Fé daqueles quatro homens...
A bondade daqueles quatro homens
A dom de serviço daqueles quatro homens.
A Paciência que eles tiveram

E eu falta-me tantas vezes paciência, o resto eu vou tendo
Graças a Deus.

E isso eu vou levar comigo
e guardar bem dentro do meu coração e sobretudo amar o meu próximo como Ele me ama
Obrigada, hoje já caminharei melhor
Abraço fraterno
Utilia

Lucinha Cullen's Garden and Cia disse...

Olá Joaquim,

Muitas vezes fui esse homem aleijado e fui carregada por irmãos de caminhada, que não exitaram em me ajudar e interceder por mim.Não reclamaram, não desistiram de me levar até Jesus.

Algumas vezes, fui um desses homens que ajudaram a carregar o homem paralítico.

"Senhor, nesse período tão lindo de preparação para o seu nascimento, fortalece-me nas minhas fraquezas".
"Capacita-me para que eu possa levar muitas pessoas para serem curadas e conhecerem o seu amor".
Cura-me Senhor!

Amado irmão Joaquim, nessa "Caminhada do Advento", tenho sido muito abençoada com as postagens, todos tem sido pra mim, aqueles que ajudam a carregar a minha maca até Jesus.

Obrigada por partilhar essa linda passagem.

A paz de Cristo!

Rosa disse...

Apesar de podermos caminhar,quantas vezes não somos coxos!
Apesar de vermos, vezes sem conta, somos cegos.
Apesar de...não sentimos a força e o querer daqueles homens, em procurar Jesus, em ficar na Sua presença.

Senhor, sabemos que vens ao nosso encontro, mas dá-nos a força a persistência e o querer, de sermos nós a ir também ao Teu encontro.

teresa disse...

obrigada pela partilha ..
Deus te abençoe ..
abraço amigo ..

Ailime disse...

Amigo Joaquim,
Uma reflexão que me tocou profundamente.
"Está muita gente, não conseguem passar, há dificuldades várias, mas eles não desistem, sobem ao tecto, abrem caminho e descem o paralítico até Jesus."
Quantas vezes desistimos a meio do caminho...quantas vezes hesitamos no percurso a seguir...
Estes homens dão-nos um grande exemplo. Não desistem e confiam a Jesus o seu amigo!
Como gostei desta sua leitura sobre este milagre de Jesus.
Que o Senhor nos ajude a caminhar com perseverança e confiança abrindo os nossos corações à Sua Palavra, que cura.
Muito obrigada.
Abraço em Cristo.
Ailime

joaquim disse...

Às minhas amigas e amigos agradeço do coração a companhia na caminhada do Advento e as palavras que aqui deixaram.

Demos testemunho de união e amor, no Caminho de encontro com o Deus que se faz igual a nós em tudo, excepto no pecado.

Um abraço muito amigo em Cristo